Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Olha, os dias andam um saco! Todo mundo nervoso, ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Pandemia ou misantropia?
Filipe Aprigliano
Iscas do Apriga
Mais importante que defender a sua opinião, é defender o direito de livre expressão e escolha.

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

5 ações de marketing para ajudar a superar a crise do coronavírus
Michel Torres
Negócios em todo o mundo estão sentindo os efeitos da pandemia: menos clientes, menor receita e o medo de não ter condições de aguentar esse tempo de prejuízo. Precisamos salvaguardar a saúde e o ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Qual janela você escolheu para ver o mundo?

Ver mais

A dissonância cognitiva

A dissonância cognitiva

Luciano Pires -

Quando uma autoridade reconhecida pelo povo se comporta de forma irracional, fazendo com que tentemos conciliar mentalmente a autoridade de direito com a irracionalidade de seu comportamento, temos duas opções. Ou desistimos e nos desinteressamos da política, ou construímos uma concepção de mundo que tente assimilar o contraditório da ação da autoridade, sem pirar. Para isso abrimos mão da lógica e damos pedaladas no discurso político até que a contradição da autoridade seja relegada para um plano invisível, normalmente o das ideologias. É especialmente então que surge o duplopensar ou duplipensar, o ato de se ter duas crenças contraditórias e aceitar ambas como verdade.

A isso damos o nome de dissonância cognitiva.

Dissonância tem a ver com falta de harmonia. Na música, por exemplo, é um conjunto de sons que destoam.  Já o “cognitiva” vem de cognição, que é o processo de aquisição do conhecimento, envolvendo os processos mentais que influenciam o comportamento de cada indivíduo.

Dissonância cognitiva então é uma falta de harmonia na forma como você trata a aquisição e processamento de informações, e se manifesta pela sensação desagradável de conviver com duas ideias contraditórias ao mesmo tempo. Sabe aquele desconforto quando você senta para jantar, olha aquele franguinho a passarinho que sua mãe preparou com tanto carinho e lembra do documentário sobre matadouros de animais? Pois é. Dissonância cognitiva.

É a teoria da dissonância cognitiva que explica porque tanta gente cai em golpes manjados. Lembra daquela oferta que chega por e-mail com um preço inacreditável? Aquele investimento que dá taxas de retorno fabulosas? Aquela proposta de curso que, se você fizer, ficará rico? Diante da perspectiva de ganho rápido ou fácil, a suspeita de que a proposta possa ser irreal, ilegal ou desonesta fica para trás. Em dissonância cognitiva, o trouxa faz a opção psicológica de correr o risco.Os psicólogos chamam essa vulnerabilidade de “suspensão voluntária da incredulidade”.

Depois do prejuízo, criamos todo tipo de desculpa para justificar a escolha desastrada…

No marketing político então… repare na estética, no discurso, no conteúdo. A intenção é criar na sua cabeça a dissonância cognitiva, a ideia de que você votou no político errado, que aquele que está na tela é o que tem as melhores soluções. Viu, seu trouxa? Aí você fica com aquela sensação de que votou errado… e sai à cata das explicações que darão alívio psicológico.

A maioria das pessoas combate a dissonância cognitiva evitando-a. Quando alguém aparecer com a informação dissonante, o mais fácil é ignorar, se negar a aceitar.

Vivemos num mundo repleto de contradições, a dissonância cognitiva vem de todos os lados. Não parece que o Brasil é uma gigantesca dissonância cognitiva? Por todo lado manifestações repletas de afirmações absolutas como  “todo mundo”, “sempre”, “ninguém”, “nunca”, todas como conclusão genéricas de algum incidente em particular ou alguma evidência solitária. Um caso seletivamente escolhido serve como bandeira para a generalização. E dá-lhe dissonância cognitiva.

Sabe o resultado? Desaprendemos a manifestar nossas dúvidas, a usar “talvez”, “alguns”, “a maioria”, ” a minoria” e assim proporcionar o bom debate, evitando os malefícios da generalização. O resultado das contradições diárias às quais estamos expostos, quado respondemos com generalizações e afirmações absolutas é o surgimento dos justiceiros sociais exibindo virtudes, princípios, credos e valores morais que na verdade não possuem.

Pratica-se a censura para garantir a liberdade de opinião. Mata-se em nome da paz. Rouba-se em nome da justiça social. Agride-se em nome da democracia. Quebra-se a Constituição em nome da segurança jurídica.

Dizem uma coisa e agem ao contrário.

É isso a dissonância cognitiva? Não. Dissonância cognitiva é só o gatilho.

O nome disso é hipocrisia.

Convido você a ouvir mais sobre Dissonância Cognitiva no Podcast Café Brasil 508 : http://portalcafebrasil.com.br/podcasts/508-a-dissonancia-cognitiva/