Artigos Café Brasil
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

674 – Balde de Caranguejos
674 – Balde de Caranguejos
O termo “mentalidade de caranguejo” é utilizado em ...

Ver mais

673 – LíderCast 12
673 – LíderCast 12
Mais uma temporada do LíderCast, agora é a 12. Mais um ...

Ver mais

672 – A mão invisível do mercado
672 – A mão invisível do mercado
Você certamente já ouviu falar de livre mercado, aquele ...

Ver mais

Café Brasil 671 – Antifrágil
Café Brasil 671 – Antifrágil
Um dos livros sumarizados no Café Brasil Premium foi o ...

Ver mais

LíderCast 161 – Murilo Gun
LíderCast 161 – Murilo Gun
Criador, inovador, pensador, provocador. Uma figura ...

Ver mais

LíderCast 160 – Parker Treacy
LíderCast 160 – Parker Treacy
Norte americano do setor automotivo ­financeiro, ...

Ver mais

LíderCast 159 – Paulo Ganime
LíderCast 159 – Paulo Ganime
Jovem deputado federal pelo partido Novo, engenheiro e ...

Ver mais

LíderCast 158 – Georgios Frangulis
LíderCast 158 – Georgios Frangulis
Fundador e CEO da Oakberry Açaí Bows, que está ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Resumos das aulas do COF e temas diversos
Eduardo Ferrari
Resumos de aulas do COF
Bom dia, Boa Tarde, Boa noite! Vida longa ao Café Brasil e à Confraria! Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao Luciano Pires pelo espaço e a oportunidade de publicar alguns dos meus resumos. ...

Ver mais

Não se sai do campo de concentração de ônibus com ar condicionado….
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA.

Ver mais

Velhos amigos
Chiquinho Rodrigues
Como é que pôde um simples pedaço de pau, preso em seis cordas, mexer tanto  com a vida de uma pessoa?

Ver mais

A análise do discurso histórico do Paulo Guedes na XP
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157462927933631

Ver mais

Cafezinho 195 – No mundo da lua
Cafezinho 195 – No mundo da lua
Colocar o homem na lua custou mais de 20 bilhões de ...

Ver mais

Cafezinho 194 – O banco
Cafezinho 194 – O banco
E aquele monte de dinheiro à minha disposição? Esqueça. ...

Ver mais

Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Quer saber? Antes de ser do meretrício, as zonas eram ...

Ver mais

Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Antes de dizer “não comi e não gostei” ou “não leio ...

Ver mais

A ética da corrupção

A ética da corrupção

Luciano Pires -

– Pô, Luciano, mas corrupção tem ética?

Claro que tem! Até os traficantes que incendeiam pessoas têm sua ética. A corrupção também tem. Para que ela, a corrupção, funcione, é preciso tomar alguns cuidados, por exemplo:

– Envolver pouca gente no esquema. Quanto mais gente envolvida, maior o risco de que alguém acabe dando com a língua nos dentes. Basta se sentir preterido, traído ou abandonado. Menos gente, menos risco.

– Não conte pra ninguém. Nada de demonstrações de riqueza, de contar vantagem, de exibicionismo. Sempre há algum curioso que vai querer saber como é que você conseguiu essa grana toda.

– Seja legal. Não seja truculento, violento, agressivo, mal educado. Há uma frase que adoro, que diz: aqueles que o temem na sua presença, o odeiam na sua ausência. Na primeira oportunidade vão puxar o tapete! Trate todo mundo bem, seja o sujeito legal.

– Varie os caminhos. Cuidado com os processos muito antigos que, embora funcionem direito, vão assumindo vícios. É conveniente sempre reavaliar os sistemas e processos de roubo, aperfeiçoá-los.

– Mantenha a legalidade em alguns pontos. Por exemplo, se for depositar dinheiro roubado em sua conta, use alguma triangulação, um laranja, uma lavandeira. Quando alguém suspeitar, você repete sem parar: todos os depósitos foram legais. E se perguntarem a origem do dinheiro você diz que isso é problema de quem depositou na sua conta, que você não sabia de nada.

– Pague impostos. Use um pouco do produto do roubo para deixar o leão manso e não desconfiado. E você ainda pode posar de bom cidadão!

– Esquente o dinheiro com coisas nobres. Seja um mecenas, ajude as artes, seja filantrópico, ajude entidades e pessoas necessitadas. Faça como Pablo Escobar, construa uma creche, um campo de futebol ou uma ala do hospital. De novo: no dia que você for preso, dirão: puxa, mas ele é um bom cidadão.

– Não perca a perspectiva. Você está agindo contra a lei, por mais rico, poderoso que se torne, continuará sendo um rato. Se alguém descobrir, você vai ter problemas. Ninguém fica honesto só por ter dinheiro.

– Bote tudo, propriedades, carros, barcos, aviões, em nome de terceiros. Mas cuidado. Aí você cai no item um…

– E se você tem influência política, dê pão ao povo. Muito pão. Faça com que se sintam satisfeitos, assim ninguém vai prestar atenção nos desvios.

– Bem, isso tudo são dicas operacionais do Manual do Bom Corrupto. Ainda não vi a “ética”, Luciano.

Lá vai:

– Não seja guloso. Se você abre a geladeira e come todo o queijo do seu colega, ele saberá disso imediatamente ao notar a ausência do queijo. O truque é comer aos pouquinhos. Uma fatiazinha aqui, outra depois… e ele nem percebe que mais alguém está usufruindo do queijo. A ganância é mortífera para o corrupto.

Entendeu agora? O que aconteceu no Brasil nos últimos anos foi a quebra do código de ética da corrupção. Roubaram demais, além da conta. Roubaram de porta aberta. Envolveram gente demais nos esquemas. Deixaram milhares de pontas soltas. Mostraram sinais de riqueza. Roubaram mesmo quando faltou pão. E se sentiram acima do bem e do mal.

Sujaram tudo. E agora o Moro está tentando limpar.

Mas ele precisa de ajuda.