Artigos Café Brasil
1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

666 – O diabo é o pai do rock
666 – O diabo é o pai do rock
Existem dezenas de explicações para o 666 ser chamado ...

Ver mais

665 – O Vale
665 – O Vale
A trilha para o sucesso envolve trabalho duro e ...

Ver mais

664 – Sobre lagartas e borboletas
664 – Sobre lagartas e borboletas
Cara, como mudar é difícil... perder peso...manter ...

Ver mais

663 – A crisálida
663 – A crisálida
A maturidade entende que existe a escuridão no mundo, ...

Ver mais

LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
Empreendedores brasileiros, que se mudam para os ...

Ver mais

LíderCast 153 – Rafael Bernardes
LíderCast 153 – Rafael Bernardes
Empreendedor em TI, que capacita outros profissionais ...

Ver mais

LíderCast 152 – Lucia Moyses
LíderCast 152 – Lucia Moyses
Escritora, psicóloga e neuropsicóloga, um papo sobre ...

Ver mais

LíderCast 151 – Irineu Toledo
LíderCast 151 – Irineu Toledo
Radialista, uma das vozes mais marcantes e conhecidas ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Bolsonaro errou, mas nem tanto
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Bolsonaro fala demais, e sem freios. Não faz a necessária reflexão prévia. Ele precisa lembrar, urgentemente, que não é mais deputado nem está no balcão do boteco. O cargo que ocupa merece todo o ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – DIMENSÕES LÓGICA E PSICOLÓGICA DA LINGUAGEM (parte 8)
Alexandre Gomes
  Eu prometo que esse segundo capítulo vai acabar! Acho que terá umas 12 partes… Mas vamos lá! De volta à diversão. É claro que a linguagem tem aspectos LÓGICOS e PSICOLÓGICOS, veja ...

Ver mais

O Brasil da TV Globo, do Whatsapp e as manifestações do dia 26/05
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157340715398631 LINKS DAS OUTRAS LIVES: ...

Ver mais

Eu não acredito na democracia moderna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Eu não acredito na democracia representativa moderna. * * * Concordo com Schumpeter: no modelo de democracia do século XX, os indivíduos comuns são simplesmente consumidores de produtos políticos ...

Ver mais

Cafezinho 179 – Correndo riscos
Cafezinho 179 – Correndo riscos
Somos capazes de milagres quando parece que nada mais ...

Ver mais

Cafezinho 178 – O Exorcista
Cafezinho 178 – O Exorcista
O Brasil está sofrendo um imenso exorcismo, e o demônio ...

Ver mais

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
A negatividade tem suas raízes no medo de ser ...

Ver mais

Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Gostou? Compartilhe! Só assim, fazendo a nossa parte, ...

Ver mais

Desemprego Qualificado

Desemprego Qualificado

Luciano Pires -

Socorro! Minha casa está em reforma! O pedreiro estraga a porta, o marceneiro estraga o gesso, o gesseiro estraga a pintura, o pintor estraga o piso, o ladrilheiro estraga a parede… Contratei uma empresa para não ter dor-de-cabeça com os pedreiros e agora tenho dor-de-cabeça com os donos da empresa.

Como é difícil encontrar bons profissionais! Por isso fico cismado com a questão do desemprego em nosso país. Afinal, faltam empregos ou faltam profissionais?

Em 2007 tínhamos no Brasil 98,6 milhões de pessoas inseridas no mercado de trabalho. E, desse total, 8 milhões desocupadas. Oito milhões de desempregados e não consigo um pedreiro que preste!

Aí leio num artigo “A falta de mão-de-obra é hoje um dos principais gargalos do setor da construção civil no Brasil. Segundo pesquisa da Escola Politécnica da USP, isso custará ao setor R$ 5,1 bilhões, valor estimado para a geração de vagas em cursos de capacitação e para certificação de trabalhadores. A pesquisa levantou que precisamos multiplicar por mais de 13 vezes a oferta para atender a demanda.”

Logo em seguida encontro a pesquisa “Falta de Talentos”, realizada pela Manpower, uma das grandes empresas globais na área de Recursos Humanos. A pesquisa aconteceu em 2006 em 23 países, envolvendo 33 mil empregadores. O objetivo era determinar o impacto que a ausência de candidatos qualificados está causando no mercado de trabalho.

Os resultados revelaram que 40% dos empregadores têm dificuldades para ocupar posições, por falta de talentos em seus mercados.

A Manpower diz que “em dez anos veremos muitos negócios fracassarem por não saberem planejar com antecipação a maneira como encarar a escassez de talentos.”

Então dois amigos, excelentes profissionais, dizem que essa conversa de falta de talentos é papo-furado, que eles têm todas as qualificações mas estão desempregados há meses. Quando se candidatam a uma vaga, invariavelmente recebem a informação de que estão superqualificados. E que estão acima da idade desejada para o cargo.

Será que estamos medindo direito o desemprego, hein? Que perguntas são feitas para definir se o sujeito é um desempregado? Será que alguém pergunta sobre a razão de ele estar desempregado? Ou isso não é importante?

Pois faço um desafio. Em vez de medir a quantidade, que tal medir a qualidade do desemprego? Sim, senhor, qualidade: que emprego está sendo oferecido e não consegue candidatos à altura?

Não será surpresa descobrir que não existe um “desemprego no Brasil”. Existem vários. Qualificados. Aqui sobram vagas, pois faltam talentos, e ali sobram talentos, pois faltam vagas. E simplesmente somar, dividir por dois e anunciar que o desemprego no Brasil é “xis” não leva a qualquer conclusão prática!

Mas a surpresa – ou não – acontecerá quando começarmos a questionar quem está fazendo o recrutamento e a seleção nas empresas. Veremos que a maioria é gente limitada a seguir “scripts” e buscar o impossível: um jovem recém-formado com “pelo menos três anos de experiência profissional”…

Desemprego qualificadO :   só assim entenderemos o problema.

Mas muita gente vai se incomodar ao descobrir que o combate ao desemprego no Brasil não é apenas uma questão de qualificar os candidatos. Tem que qualificar os empregadores também.

Alguém conhece um pedreiro bom por aí?