Artigos Café Brasil
Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil no Top 10 Podbean
Café Brasil no Top 10 Podbean
O Café Brasil está entre os Top 10 numa das maiores ...

Ver mais

705 – Empreendedor: Meu malvado favorito
705 – Empreendedor: Meu malvado favorito
Meu, como tem empreendedor no Brasil, não é? Parece que ...

Ver mais

704 – 45 Minutos do Primeiro Tempo
704 – 45 Minutos do Primeiro Tempo
Patrick Santos é um jornalista que tem uma trajetória ...

Ver mais

703 – Fogo no Hall
703 – Fogo no Hall
Já fizemos diversos programas tratando da liberdade de ...

Ver mais

702 – Saindo da Bolha
702 – Saindo da Bolha
O Saindo da Bolha se anuncia como um podcast para quem ...

Ver mais

LíderCast 188 – Emerson Muzeli
LíderCast 188 – Emerson Muzeli
Homem da televisão, que dirigiu novelas, programas de ...

Ver mais

LíderCast 187 – Rabino Ventura
LíderCast 187 – Rabino Ventura
Um homem de fé, um rabino, com uma história fascinante ...

Ver mais

LíderCast 186 – Jorge Cury Neto
LíderCast 186 – Jorge Cury Neto
Radialista, um estudioso do impacto da voz humana na ...

Ver mais

LíderCast 185 – Sérgio Victor
LíderCast 185 – Sérgio Victor
Jovem Deputado Estadual do partido Novo por São Paulo, ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Criativo que se leva muito a sério não merece ser levado a sério
Henrique Szklo
Iscas Criativas
Muitos dos que trabalham com criatividade no dia-a-dia costumam sofrer de delírios relacionados à sua relevância para a sociedade e para a raça humana, mesmo que não se conheça uma razão palpável ...

Ver mais

Desencontros da educação com o mundo real
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Desencontros da educação com o mundo real “Infelizmente, poucas pessoas entendem a conexão entre criatividade e inovação. Fala-se muito sobre a ‘lei da inovação’, mas ninguém fala sobre a ‘lei da ...

Ver mais

Resenha: Meu Pai, o Guru do Presidente
Jota Fagner
Origens do Brasil
Meu Pai, o Guru do Presidente, escrito pela Heloísa Helena de Carvalho Arribas e Henri Alfred Bugalho, é um livro que pretende retratar a conturbada relação entre Olavo Luiz Pimentel de Carvalho ...

Ver mais

Todas mesmo?
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Levado pelos ventos da modinha do movimento americano Me too, nascido da hipocrisia e do revanchismo de gente (genta, Dilma?) que não admite seu passado arrivista e joga para a plateia enquanto ...

Ver mais

Cafezinho 258 – O poder do Mau
Cafezinho 258 – O poder do Mau
Para sobreviver, a vida tem de vencer todo dia. A ...

Ver mais

Cafezinho 257 – O Jobs de Mogi
Cafezinho 257 – O Jobs de Mogi
Nada é mais nocivo que a ignorância que gera confiança.

Ver mais

Cafezinho 256 – Mundos Morais
Cafezinho 256 – Mundos Morais
Talvez vivamos em mundos morais diferentes e nenhum ...

Ver mais

Cafezinho 255 – Melhores Inimigos
Cafezinho 255 – Melhores Inimigos
Queremos é o barraco

Ver mais

Indignite aguda

Indignite aguda

Luciano Pires -

Em 2009 fui contratado para palestrar num grande evento, contratação cheia de exigências, mas pagando muito bem e rapidamente. Convites impressos, divulgação feita, faltando três dias para o evento fui informado de que o tempo para a palestra, que é de 90 minutos, seria de 30 minutos. Como assim 30 minutos? Eu tinha no contrato, em letras vermelhas, que o tempo de duração da palestra é 90 minutos! Trinta minutos é muito pouco para o tema escolhido.

Liguei para ver o que aconteceu e conversei com uma menina de 25 anos de idade, assistente de alguma coisa, que estava mais preocupada com o buffet do que com o conteúdo da palestra. Tentei argumentar, mas logo percebi que era melhor deixar como estava, pois não adiantava reclamar. Aliás, não tinha nem para quem reclamar! Mas não me conformei… Encontrei um amigo e comentei com ele a minha indignação:

– Vão gastar uma bala de dinheiro entre cachê, transporte aéreo, hospedagem e alimentação para eu falar 30 minutos? Não me conformo!

E meu amigo:

– Estão pagando bem? Então vai, faz e fica quieto!

E chegou o dia do evento. Desorganizado, atrasado, com meia dúzia de pessoas no auditório e a certeza de que os promotores realmente se preocuparam mais com o buffet e a decoração milionária do que em encher o auditório de gente interessada. Jogaram dinheiro fora. Não perdi a chance de comentar com os outros dois palestrantes sobre o absurdo da situação. E o que você acha que ouvi?

– Tão pagando muito bem! Faz o seu e fica quieto!

E os dois fizeram suas micro-palestras e não se importaram com mais nada. Enquanto isso eu sofria, pois sabia que tinha deixado de fora da palestra coisas legais e importantes que em 30 minutos não poderiam ser passadas ao público. Estava preocupado com o ritmo, com o humor, com o conteúdo. Queria entregar 120% do que foi contratado. Os outros dois? Nem aí… O cliente pagou bem, tá tudo bem.

Pois vira e mexe essa situação se repete. Será que tenho algum problema? Não consigo me conformar quando vejo coisas erradas! Não consigo ligar o botão do “dane-se” e agir como se nada tivesse acontecido. Não consigo não expressar minha indignação com o desperdício de recursos, com a falta de competência, com a perda de tempo. Não estou naquele evento “por eles”, mas por mim! E por mais que eu tenha feito um bom trabalho, que a avaliação tenha sido excelente, que o cliente tenha ficado satisfeito, aquele sapo não desce. E sou acometido por um surto de indignite aguda.

Mas sou exceção. Os três com quem falei sobre o evento disseram a mesma coisa: se o cliente paga, faça o seu e fica quieto!

Até faço, sabe? Mas sofro antes, durante e depois.

De mim o cliente só comprou a palestra. A consciência não está à venda.

Luciano Pires