Artigos Café Brasil
Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

679 – Será que acordamos?
679 – Será que acordamos?
Adalberto Piotto apresenta o programa Cenário Econômico ...

Ver mais

678 – Dominando a Civilidade
678 – Dominando a Civilidade
Vivemos uma epidemia de incivilidade que ...

Ver mais

677 – Teorias da Conspiração
677 – Teorias da Conspiração
Vivemos numa sociedade assolada por grandes ...

Ver mais

676 – Homem na Lua 2
676 – Homem na Lua 2
Cinquenta anos atrás o homem pousou na Lua. Mas parece ...

Ver mais

LíderCast 166 – Juliana e Abbey Alabi
LíderCast 166 – Juliana e Abbey Alabi
O Abbey é um imigrante africano, que chegou ao Brasil ...

Ver mais

LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
Um dos mais influentes profissionais de comunicação ...

Ver mais

LíderCast 164 – Artur Motta
LíderCast 164 – Artur Motta
Professor que fez transição de carreira e usa podcasts ...

Ver mais

LíderCast 163 – Amanda Sindman
LíderCast 163 – Amanda Sindman
Profissional de comunicação, jornalista e mulher trans. ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Resumo da Aula 2 do Curso On-line de Filosofia (COF)
Eduardo Ferrari
Resumos e Artigos
A segunda aula do COF, ministrada em 21 de março de 2009, teve a duração de 3h43min e foi resumida em menos de cinco minutos de leitura, com o objetivo de levar ao conhecimento do leitor uma ...

Ver mais

A quem interessa a divisão da sociedade?
Jota Fagner
Origens do Brasil
O atual estado de intolerância ao pensamento diferente, manifesto nas agressões que começam nas redes sociais e terminam em confrontos físicos no meio da rua, é o resultado de um processo de ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPÍTULO 3 – MORFOLOGIA CATEGOREMÁTICA (parte 2)
Alexandre Gomes
Depois de listar todas as CATEGORIAS DE PALAVRAS, de acordo com a Gramática Geral irei tratar com mais calma de cada categoria. Seguindo a lista da lição anterior, vamos começar pelo grupo das ...

Ver mais

Simples assim
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Simples assim Excelência em Educação Dia 10 de agosto, compareci a um evento muitíssimo interessante. Estimulado pela chamada do convite eletrônico – Avanços na educação pública: o que podemos ...

Ver mais

Cafezinho 205 – Agrotóxicos – melhor seria não usar V
Cafezinho 205 – Agrotóxicos – melhor seria não usar V
O problema do agrotóxico no Brasil não é dos ...

Ver mais

Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Cafezinho 204 – Agrotóxicos – melhor seria não usar IV
Ainda existe hoje uma cultura, muito estimulada por ...

Ver mais

Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Quem é o idiota que quer deliberadamente envenenar seus ...

Ver mais

Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Se não bastassem as dificuldades para comprar, ...

Ver mais

O maior brasileiro de todos os tempos

O maior brasileiro de todos os tempos

Luciano Pires -

E o SBT coloca no ar um daqueles programas caça-níqueis com o título nada humilde de O MAIOR BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS. E coloca nas mãos do público a indicação dos nomes, sem uma definição clara de critérios. É claro que só poderíamos esperar um desastre, com Luan Santana à frente de Tom Jobim, Neymar à frente de Garrincha e o tal “bispo” Edir Macedo à frente de Ruy Barbosa, entre outros absurdos. A lista é repleta de nomes que demonstram a incapacidade do povo de compreender algo mais que a visibilidade das personalidades, que são escolhidas muito mais pela presença no imaginário do que por seus feitos.

Não perderei tempo aqui analisando a lista de indicados, mas quero fazer um comparativo com outra lista que ouvi no rádio. Tratava da escolha na Inglaterra das músicas mais importantes de todos os tempos. Deu Queen na cabeça, com Bohemian Rhapsody. E Adele em quarto lugar à frente de ninguém menos que Beatles… Adele à frente dos Beatles? Quem é Adele? Pois é…

Quando Elton John e Stevie Wonder apresentaram-se no Rock’n Rio manifestei meu entusiasmo ao vê-los apresentando músicas com 30, 40 anos de idade e fazendo com que a platéia cantasse junto. E questionei se queridinhos do momento como Rihana e Adele também levantarão platéias daqui a 45 anos, como fez Paul McCartney na abertura das Olimpíadas com Hey Jude, canção de 1968… Meu interlocutor respondeu:

– Ah, mas eram tempos diferentes…

Exato! Tempos muito diferentes, sem o conhecimento que hoje temos, sem a internet, sem os projetos de marketing, sem chuteiras e bolas tecnológicas, sem carros de corrida computadorizados, sem programas para corrigir erros de gravação. Tempos em que o talento era imprescindível. O que mantém em evidência aqueles ídolos durante 40, 50 anos não é outra coisa que não o talento. Portanto, para escolher o Maior Brasileiro de Todos os Tempos o único critério possível deveria ser TALENTO. Talento para liderar, para criar, para descobrir e implementar idéias que mudaram a história de nossa sociedade.

Os doze indicados para a final são dois esportistas (Senna e Pelé), cinco políticos (FHC, Lula, Juscelino, Getúlio e Princesa Izabel), dois religiosos (Chico Xavier e Irmã Dulce), um arquiteto (Niemeyer), um inventor (Santos Dumont) e um mito (Tiradentes). Nenhum educador, nenhum cientista.

O programa do SBT é uma bobagem. Essa eleição é uma bobagem. A lista de concorrentes é uma bobagem. E você deve perguntar:

– Mas então, Luciano, por que perder tempo com essa bobagem?

Porque o que o programa demonstra não é bobagem: o triste retrato de uma época e dos critérios de escolha do mesmo povo que, a cada dois anos, elege os políticos que vão nos dirigir. Definitivamente, ninguém é tão burro quanto a soma de todos nós.

O que restou foi a profunda vergonha alheia de ver o jornalista Carlos Nascimento rasgar sua biografia anunciando Tiririca, Joelma, Lua Blanco (?), Anderson Silva e Dedé do Vasco entre os 100 indicados…

Já fomos mais inteligentes.

Luciano Pires