Artigos Café Brasil
1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

665 – O Vale
665 – O Vale
A trilha para o sucesso envolve trabalho duro e ...

Ver mais

664 – Sobre lagartas e borboletas
664 – Sobre lagartas e borboletas
Cara, como mudar é difícil... perder peso...manter ...

Ver mais

663 – A crisálida
663 – A crisálida
A maturidade entende que existe a escuridão no mundo, ...

Ver mais

662 – A importância da cultura
662 – A importância da cultura
Qual a importância da cultura? Que baita pergunta do ...

Ver mais

LíderCast 153 – Rafael Bernardes
LíderCast 153 – Rafael Bernardes
Empreendedor em TI, que capacita outros profissionais ...

Ver mais

LíderCast 152 – Lucia Moyses
LíderCast 152 – Lucia Moyses
Escritora, psicóloga e neuropsicóloga, um papo sobre ...

Ver mais

LíderCast 151 – Irineu Toledo
LíderCast 151 – Irineu Toledo
Radialista, uma das vozes mais marcantes e conhecidas ...

Ver mais

LíderCast 150 – Ana Letícia Maciel
LíderCast 150 – Ana Letícia Maciel
Executiva que larga tudo para empreender com um ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Eu não acredito na democracia moderna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Eu não acredito na democracia representativa moderna. * * * Concordo com Schumpeter: no modelo de democracia do século XX, os indivíduos comuns são simplesmente consumidores de produtos políticos ...

Ver mais

Por que Bolsonaro tende a ser considerado melhor presidente do país até 2022?
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157323556458631

Ver mais

Em defesa do Olavo de Carvalho
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Amigos, as revistas Veja e Isto É decidiram atacar o escritor Olavo de Carvalho nas matérias centrais das suas edições da semana. A que se deve esse ataque, orquestrado pelas duas maiores ...

Ver mais

O like é a droga do século
Henrique Szklo
O sistema em que vivemos foi criado com o objetivo claro de deixar-nos ansiosos e estressados para que utilizemos o consumo como forma de aplacar nossa desventura crônica. Mas surpreendentemente ...

Ver mais

Cafezinho 178 – O Exorcista
Cafezinho 178 – O Exorcista
O Brasil está sofrendo um imenso exorcismo, e o demônio ...

Ver mais

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
A negatividade tem suas raízes no medo de ser ...

Ver mais

Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Gostou? Compartilhe! Só assim, fazendo a nossa parte, ...

Ver mais

Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Quando você não conhece o objeto de sua análise, será ...

Ver mais

O pacto dos canalhas

O pacto dos canalhas

Luciano Pires -

No hangout de apresentação do Café Brasil Premium, que você pode assistir aqui: https://www.youtube.com/watch?v=WLYtRhk9YLI , aos cinco minutos apresento as Cinco Leis Fundamentais da Estupidez Humana, de Carlo Maria Cipolla, comentando que se a sociedade fosse toda composta de canalhas, estaria em harmonia. Se eu sei que você é um canalha, me protejo, se você sabe que eu sou um canalha, se protege.

O indivíduo que chega a um posto de poder nessa república que aí está tem perfeito conhecimento do ambiente em que circula, dos podres e, em alguma medida, se utiliza de “práticas não-republicanas”. Uns mais, outros menos, uns por ganância, outros por sede de poder, uns para enriquecer, outros para ter influência, mas todos utilizam. Quem não o faz é colocado para escanteio, perde influência, é deixado fora da festa, dos holofotes, das posições de poder.

Michel Temer, por exemplo, é raposa velha, conhece os bandidos pelo primeiro nome, navega em meio a esse ofidiário há décadas e só poderia ter sobrevivido se fosse cobra. O mesmo com Aécio e com outras figuras de proa que, para conviver em harmonia, fazem o Pacto dos Canalhas:

– Eu sei da sua sujeira, você sabe da minha, nós sabemos das sujeiras deles, eles sabem das nossas, mantemos em segredo. De quando em quando a gente briga, mas só até um limite. Se você me entregar, eu entrego você. Se você se comportar bem, dá pra levar uma vantagens aqui e ali. Eu sou amigo do Joesley!

E assim vão levando.

Às vezes surge alguém disposto a não fazer parte do pacto, mas é logo enquadrado ao perceber que terá vida curta, que não aprovará nenhum projeto, que jamais penetrará nos círculos do poder. O Pacto dos Canalhas é a base de toda a organização política dessa república que aí está. E não é de hoje.

Enquanto houver seres humanos, existirá um Pacto dos Canalhas. A corrupção é como o Clima: sempre esteve e sempre estará por aí, é inevitável, só podemos monitorá-lo e nos proteger de suas consequências. Isso exige esforço, tempo, recursos, dá um baita trabalho, mas não há outro jeito.

Lá na apresentação das Cinco Leis Fundamentais da Estupidez Humana, divido a sociedade entre Gente Ingênua, Gente Estúpida, Gente Sábia e Gente Canalha. Os canalhas são poucos, os sábios menos ainda, a maioria absoluta é composta de ingênuos e estúpidos. Canalhas e sábios não se espantaram com as revelações sobre Temer, Aécio e tantos outros. Só os ingênuos e os estúpidos ficaram espantados, e muitos continuam pelas redes sociais tentando provar que seus bandidos são melhores que os bandidos dos outros. Não são, são todos canalhas.

O Pacto só pode ser desestabilizado se alguma força maior se apresentar, que é exatamente o que acontece com a Lava Jato. É a ela que devemos nos apegar, para que vá às últimas consequências. E temos de entender que ela terá de usar canalhas para pegar canalhas! Estamos em meio a uma faxina gigantesca, espantados com a quantidade de ratos e baratas, mas é assim mesmo que funciona a limpeza. As sociedades que conseguiram migrar de um ambiente corrupto para um ambiente ético, conseguiram fazê-lo assim, com uma limpeza dolorida e a criação de instituições com regras éticas consistentes e com a punição clara e evidente para quem quebrá-las. Ver a Lava Jato implodir o Pacto dos Canalhas não deve ser motivo de desesperança, mas de orgulho.

Mas há outra forma de combate, que é compreender que são os ingênuos e os estúpidos que reelegem os canalhas.

Ingênuo, estúpido, canalha ou sábio.

Onde é que você se situa?