Artigos Café Brasil
1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

666 – O diabo é o pai do rock
666 – O diabo é o pai do rock
Existem dezenas de explicações para o 666 ser chamado ...

Ver mais

665 – O Vale
665 – O Vale
A trilha para o sucesso envolve trabalho duro e ...

Ver mais

664 – Sobre lagartas e borboletas
664 – Sobre lagartas e borboletas
Cara, como mudar é difícil... perder peso...manter ...

Ver mais

663 – A crisálida
663 – A crisálida
A maturidade entende que existe a escuridão no mundo, ...

Ver mais

LíderCast 153 – Rafael Bernardes
LíderCast 153 – Rafael Bernardes
Empreendedor em TI, que capacita outros profissionais ...

Ver mais

LíderCast 152 – Lucia Moyses
LíderCast 152 – Lucia Moyses
Escritora, psicóloga e neuropsicóloga, um papo sobre ...

Ver mais

LíderCast 151 – Irineu Toledo
LíderCast 151 – Irineu Toledo
Radialista, uma das vozes mais marcantes e conhecidas ...

Ver mais

LíderCast 150 – Ana Letícia Maciel
LíderCast 150 – Ana Letícia Maciel
Executiva que larga tudo para empreender com um ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – DIMENSÕES LÓGICA E PSICOLÓGICA DA LINGUAGEM (parte 8)
Alexandre Gomes
  Eu prometo que esse segundo capítulo vai acabar! Acho que terá umas 12 partes… Mas vamos lá! De volta à diversão. É claro que a linguagem tem aspectos LÓGICOS e PSICOLÓGICOS, veja ...

Ver mais

O Brasil da TV Globo, do Whatsapp e as manifestações do dia 26/05
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157340715398631 LINKS DAS OUTRAS LIVES: ...

Ver mais

Eu não acredito na democracia moderna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Eu não acredito na democracia representativa moderna. * * * Concordo com Schumpeter: no modelo de democracia do século XX, os indivíduos comuns são simplesmente consumidores de produtos políticos ...

Ver mais

Por que Bolsonaro tende a ser considerado melhor presidente do país até 2022?
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157323556458631

Ver mais

Cafezinho 178 – O Exorcista
Cafezinho 178 – O Exorcista
O Brasil está sofrendo um imenso exorcismo, e o demônio ...

Ver mais

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
A negatividade tem suas raízes no medo de ser ...

Ver mais

Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Gostou? Compartilhe! Só assim, fazendo a nossa parte, ...

Ver mais

Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Quando você não conhece o objeto de sua análise, será ...

Ver mais

O Peçonhento

O Peçonhento

Luciano Pires -

O PEÇONHENTO

Luciano Pires


Ignorante. Preconceituoso. Peçonhento. Pe-ço-nhen-to… Fui presenteado com esses adjetivos por alguns leitores que comentaram meus artigos “Própios Poblemas” (onde critiquei as “otoridades” que aparecem nas CPIs dizendo “poblema”) e “ISO Sim”, onde propus uma certificação da qualidade para quem concorrer a cargos públicos.


Primeiro foram alguns lingüistas, indignados com minha “investida”. Disseram que sou ignorante sobre o tema. Que também escrevo errado. Pontuo errado. Falo errado. Reconheço que sim. Nada sei sobre lingüística e meu português só dá pro gasto. Por isso não escrevi sobre lingüística ou gramática. Escrevi sobre política. E escrevi mal, pois eles não entenderam…


Outros, ideologicamente estressados, acham que um miserável Zé falando “poblema” no interior do Brasil é a mesma coisa que o Ministro Zé falando “poblema” em rede nacional… Será que é?


Jamais criticarei o caipira que chama “córrego” de “córgo”. Afinal, sou um deles… Mas morrerei criticando quem é referência para a sociedade, ocupa espaço na mídia, teve tempo e recursos para se preparar e não o fez.


Os ideologicamente estressados acham preconceituoso (para com os pobres que não puderam estudar) propor um choque de qualificação aos candidatos a cargos públicos. Acusam-me de privilegiar as elites… Parece aquele velho discurso da vitimização que deveria ter caído junto com o Muro de Berlim. Uma bobagem. Será que o Vicentinho, que entendeu o jogo, voltou para a escola e formou-se advogado, é defensor das elites?


Um analfabeto funcional não pode ter o poder de aprovar uma lei. Isso não tem nada de ideológico, é uma questão pragmática: os ignorantes são manipulados mais facilmente. Estamos assistindo esse filme! Mas os ideologicamente estressados não conseguem entender.


Severino Cavalcanti foi eleito Presidente da Câmara por um movimento ideológico (ou oportunista, depende do ponto de vista) que viu naquela eleição uma forma de impor uma derrota ao PT. Habilidades, conhecimento, bom senso, equilíbrio, cultura, nada disso foi considerado. Eram atributos pragmáticos demais. Resultado: Severino e seus parentes podem assumir a Presidência da República no caso de um impeachment de Lula e seu vice…


O Brasil precisa de um choque de qualificação. No uso do idioma, nos processos administrativos, nos conceitos éticos, no sistema eleitoral. Sem estresse ideológico. No mínimo ficará mais difícil “ser traído…”.


Isso é preconceito? Então sou preconceituoso.


É ignorância? Então tenho uma oportunidade para aprender.


Mas peçonhento, é a mãe.