Artigos Café Brasil
Brazilian Rhapsody
Brazilian Rhapsody
O pessoal da Chinchila fez uma paródia de Bohemian ...

Ver mais

O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

678 – Dominando a Civilidade
678 – Dominando a Civilidade
Vivemos uma epidemia de incivilidade que ...

Ver mais

677 – Teorias da Conspiração
677 – Teorias da Conspiração
Vivemos numa sociedade assolada por grandes ...

Ver mais

676 – Homem na Lua 2
676 – Homem na Lua 2
Cinquenta anos atrás o homem pousou na Lua. Mas parece ...

Ver mais

675 – Homem na lua
675 – Homem na lua
Em 20 de Julho de 1969 uma nave feita pelo homem pousou ...

Ver mais

LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
LíderCast 165 – Ícaro de Carvalho
Um dos mais influentes profissionais de comunicação ...

Ver mais

LíderCast 164 – Artur Motta
LíderCast 164 – Artur Motta
Professor que fez transição de carreira e usa podcasts ...

Ver mais

LíderCast 163 – Amanda Sindman
LíderCast 163 – Amanda Sindman
Profissional de comunicação, jornalista e mulher trans. ...

Ver mais

LíderCast 162 – Aldo Pini
LíderCast 162 – Aldo Pini
Ex-diretor de planejamento da agência África, que ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Simples assim
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Simples assim Excelência em Educação Dia 10 de agosto, compareci a um evento muitíssimo interessante. Estimulado pela chamada do convite eletrônico – Avanços na educação pública: o que podemos ...

Ver mais

Homenagem aos Economistas 2019
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Homenagem aos Economistas 2019 Memoráveis citações “O Brasil é um país onde você passa quinze dias fora e muda tudo, mas passa quinze anos fora e não muda nada.” Cássio Casseb  “Quando alguém tem ...

Ver mais

O que podemos aprender com a tragédia que virá da Argentina?
Carlos Nepomuceno
O que podemos aprender com a tragédia que virá da Argentina? Live completa.

Ver mais

Ni nóis não
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A história todo mundo conhece, pelo menos no enredo do samba: Criminosos de extenso currículo (estelionatários, ladrões, traficantes) foram contratados para espionar telefones privados de ...

Ver mais

Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Cafezinho 203 – Agrotóxicos – melhor seria não usar III
Quem é o idiota que quer deliberadamente envenenar seus ...

Ver mais

Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Cafezinho 202 – Agrotóxicos – melhor seria não usar II
Se não bastassem as dificuldades para comprar, ...

Ver mais

Cafezinho 201 – Agrotóxicos – melhor seria não usar
Cafezinho 201 – Agrotóxicos – melhor seria não usar
Agrotóxicos são a bola da vez. Da forma como é ...

Ver mais

Cafezinho 200 – Food For Fish
Cafezinho 200 – Food For Fish
"Food for fish"- Comida Pra peixe - é uma expressão que ...

Ver mais

Os tortos e os direitos

Os tortos e os direitos

Luciano Pires -

Desarmem sim. Desarmem já. Desarmem os loucos. Desarmem os desequilibrados. Os irresponsáveis. Os inconseqüentes. Os imaturos. Os ignorantes. Os bandidos. Os desonestos. Os terroristas. Os anarquistas. Os seqüestradores. Os brutos. Os imorais. Os amorais. Os brutamontes. Os depressivos. Os neurastênicos. Os maus. Os ébrios. Os alucinados. Os amargos. Os mal humorados. Os vingativos. Os desesperados. Os estúpidos. Os idiotas. Os violentos. Os sem consciência. Os ladrões. Os assassinos. Os sádicos. Os indignos. Os torcedores uniformizados. Os pobres de espírito. Os esquizofrênicos… Os tortos.

Coloquem todos os voluntários, toda energia, toda a mídia e todo o dinheiro nos processos para separar os tortos dos direitos. 

Mas não desarmem só os direitos. 

Eu sou direito.

Sou pacífico, muito equilibrado. Fujo das confusões e provocações. Respeito as leis. Jamais partiria para o confronto físico, a não ser em defesa da minha família. E nessa hora, dependendo do oponente, quero ter uma arma. E, se for um bandido, quero uma arma de fogo. Conseguirei atirar? Depende da ameaça. Mas com a arma nas mãos eu teria garras e dentes. Rosnaria para o predador, que pensaria duas vezes antes de atacar, talvez preferindo procurar um animal indefeso, um filhote, que não esboçasse reação.

Mas quero que seja proibido que civis andem armados na rua. Quero que o processo para comprar uma arma e registrá-la, seja tão difícil quanto abrir uma empresa. Quero que periodicamente tenha que ser feito um novo registro. Quero que o registro custe caro. Quero fiscalização dura sobre as lojas que vendem armas. Quero exames psicológicos, psicotécnicos, físicos, antropológicos, sociológicos e todos os lógicos para quem quiser comprar armas. Quero que quem não cumprir a lei, seja punido exemplarmente. Quero que o governo faça sua parte no combate ao contrabando e aos bandidos. Quero polícia armada, preparada e ostensiva. Quero que a justiça acabe com a impunidade. Quero que a mídia dedique-se ao assunto com a mesma ênfase com que cobre o casamento do jogador de futebol.

Mas quero a liberdade de ter minha arma, seguramente guardada em casa, sob minha inteira e total responsabilidade. Eu sou direito. 

Quero tratamento diferente dos tortos. Quero liberdade de ter garras e dentes para resistir aos predadores. Quero poder rosnar em vez de miar.Respeito quem quer desarmar os tortos e os direitos. Mas primeiro, os tortos.

Por isso votarei contra o desarmamento. Contra esse que está aí.

São Paulo, 22 de setembro de 2005

Luciano Pires, o redundante.