Artigos Café Brasil
Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

669 – Fora da Caixa 2
669 – Fora da Caixa 2
Você não precisa inventar a lâmpada para ser original. ...

Ver mais

668 – Fora da caixa
668 – Fora da caixa
Não é fácil hoje em dia ter uma ideia original, ...

Ver mais

667 – Ajuda, por favor
667 – Ajuda, por favor
Toda mudança implica em incomodação. Se não incomoda, ...

Ver mais

666 – O diabo é o pai do rock
666 – O diabo é o pai do rock
Existem dezenas de explicações para o 666 ser chamado ...

Ver mais

LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
Aproveitando que o Everest está sendo discutido na ...

Ver mais

LíderCast Temporada 12
LíderCast Temporada 12
Vem aí a Temporada 12 do LíderCast, que será lançada na ...

Ver mais

LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
Servidor público de carreira, que a partir das ...

Ver mais

LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
LíderCast 154 – Diógenes e Michelle Cezila
Empreendedores brasileiros, que se mudam para os ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Komsomol brasileiro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Um dos métodos mais eficazes para garantir a lavagem cerebral nos jovens de tenra idade (muitas vezes órfãos, vítimas da guerra ou dos pavorosos assassinatos em massa ordenados por Stalin) na ...

Ver mais

O terrorismo do país da mesada
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA.

Ver mais

O que é Respeito?*
Alessandro Loiola
Quando éramos crianças, fomos ensinados, por bem ou por mal, a respeitar nossos pais e professores, nossa família, as autoridades, as regras, as leis, os sentimentos das pessoas, os emblemas de ...

Ver mais

RevoX: Pense fora do caixão
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
RevoX: Pense fora do caixão Participe você também “Quando foi a última vez que você fez alguma coisa pela primeira vez?” Acompanhei a primeira sessão da webcast RevoX – A revolução ...

Ver mais

Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Na definição dos dicionários, disciplina é o conjunto ...

Ver mais

Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Dê uma olhada nas pautas em discussão nas mídias. Veja ...

Ver mais

Cafezinho 184 – O desequilíbrio do gênio
Cafezinho 184 – O desequilíbrio do gênio
Só consigo entender isso como o desequilíbrio do gênio.

Ver mais

Cafezinho 183 – Ostracismo social
Cafezinho 183 – Ostracismo social
Olhando os jornais e tevês, parece que estamos inertes, ...

Ver mais

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina

Silvio Santos, Zé Celso e o Oficina

Luciano Pires -

O caso Zé Celso, Silvio Santos e o Teatro Oficina. Resumo: o Teatro Oficina foi tombado em meio a terrenos de Silvio Santos. Há 30 anos se arrasta uma briga, pois Silvio tinha um projeto para construir torres de apartamentos nos terrenos, o que era sistematicamente embargado. Enquanto isso, Zé Celso, o eterno diretor do oficina, encabeçava movimentos para a preservação do teatro e para a transformação dos terrenos de Silvio num grande parque municipal.

O vídeo da reunião viralizou, editado, e o que se viu é o que se tornou praxe:simpatizantes de cada lado defendendo/atacando.

Silvio foi chamado de capitalista selvagem, aproveitador, opressor e empreendedor brilhante.

Zé Celso foi chamado de louco, comunista, socialista, esquerda caviar e artista genial.

Doria foi chamado de burocrata, coxinha, fazedor de média.

Bem, não convencido pelas versões editadas, tive a paciência de assistir a todos os 5 vídeos que mostram a reunião promovida pelo Doria para resolver o caso. O que vi:

A reunião começa cheia de ironia de parte a parte. De um lado o empresário Silvio Santos, de olho em seu empreendimento. De outro o artista Zé Celso, de olho em seu sonho. E por longos minutos assistimos a um fascinante embate entre o sonhador que quer que Silvio dê o terreno para o estado e que o estado construa o parque, e Silvio, que quer ter o direito de dispor de seu terreno como quiser.

É um desfile de todos os chavões empresariais, esquerdistas e progressistas que eu conhecia. Tá tudo lá: “quem é rico tem de dar”, “isto não é uma democracia”, “foi golpe”, “pare de sonhar”, “quem paga?”… Este é um vídeo para ser objeto de estudo em qualquer aula de sociologia, antropologia e negócios. E negociação.

Doria, certamente fascinado com o embate entre dois ícones com mais de 80 anos, apenas observa, com toda a paciência do mundo. Na certa esperando que os dois ficassem cansados.

No final, aos poucos, o prefeito com cuidado e educação, vai organizando os pensamentos, construindo uma opção que atenda todos os lados, baixando os arroubos e tentando chamar à razão. Sem mudar o tom da voz, sem ironias, respeitando cada parte. E assim consegue que os dois grupos saiam com a tarefa de desenvolver uma proposta que atenda a todos. Se der certo, o Bixiga ganhará um parque, com grande área cultural, um complexo com estúdios, escritórios e apartamentos e dois velhinhos satisfeitos, cada um com seu brinquedo.

São Paulo ganhará muito.

Eu sei que você já deve estar gritando aí… mas experimente assistir os vídeos. Depois comente.