Artigos Café Brasil
1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Visualizando as estruturas do discurso do Portal Café Brasil
Se você se aproximar do Café Brasil, prepare-se para ...

Ver mais

666 – O diabo é o pai do rock
666 – O diabo é o pai do rock
Existem dezenas de explicações para o 666 ser chamado ...

Ver mais

665 – O Vale
665 – O Vale
A trilha para o sucesso envolve trabalho duro e ...

Ver mais

664 – Sobre lagartas e borboletas
664 – Sobre lagartas e borboletas
Cara, como mudar é difícil... perder peso...manter ...

Ver mais

663 – A crisálida
663 – A crisálida
A maturidade entende que existe a escuridão no mundo, ...

Ver mais

LíderCast 153 – Rafael Bernardes
LíderCast 153 – Rafael Bernardes
Empreendedor em TI, que capacita outros profissionais ...

Ver mais

LíderCast 152 – Lucia Moyses
LíderCast 152 – Lucia Moyses
Escritora, psicóloga e neuropsicóloga, um papo sobre ...

Ver mais

LíderCast 151 – Irineu Toledo
LíderCast 151 – Irineu Toledo
Radialista, uma das vozes mais marcantes e conhecidas ...

Ver mais

LíderCast 150 – Ana Letícia Maciel
LíderCast 150 – Ana Letícia Maciel
Executiva que larga tudo para empreender com um ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – DIMENSÕES LÓGICA E PSICOLÓGICA DA LINGUAGEM (parte 8)
Alexandre Gomes
  Eu prometo que esse segundo capítulo vai acabar! Acho que terá umas 12 partes… Mas vamos lá! De volta à diversão. É claro que a linguagem tem aspectos LÓGICOS e PSICOLÓGICOS, veja ...

Ver mais

O Brasil da TV Globo, do Whatsapp e as manifestações do dia 26/05
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157340715398631 LINKS DAS OUTRAS LIVES: ...

Ver mais

Eu não acredito na democracia moderna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Eu não acredito na democracia representativa moderna. * * * Concordo com Schumpeter: no modelo de democracia do século XX, os indivíduos comuns são simplesmente consumidores de produtos políticos ...

Ver mais

Por que Bolsonaro tende a ser considerado melhor presidente do país até 2022?
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157323556458631

Ver mais

Cafezinho 178 – O Exorcista
Cafezinho 178 – O Exorcista
O Brasil está sofrendo um imenso exorcismo, e o demônio ...

Ver mais

Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
Cafezinho 177 – Os monstros da negatividade 3
A negatividade tem suas raízes no medo de ser ...

Ver mais

Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Cafezinho 176 – Gostou? Compartilhe.
Gostou? Compartilhe! Só assim, fazendo a nossa parte, ...

Ver mais

Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Cafezinho 175 – Não use sua ignorância
Quando você não conhece o objeto de sua análise, será ...

Ver mais

The Perfect Jam

The Perfect Jam

Luciano Pires -

Outro dia assisti a um filme chamado “The Perfect Storm”, de Wolfgang Petersen. No Brasil o filme recebeu o título de “Mar em Fúria”. É estrelado por George Clooney e relata episódio real ocorrido em outubro de 1991 quando uma combinação de fatores raros – que só acontece uma vez a cada século – produziu tempestade com ondas da altura de prédios de dez andares e ventos de 200 quilômetros por hora em alto mar. A tempestade foi tão poderosa e os fatores tão raros que ela foi batizada de “perfeita”. The perfect storm. Lembrei-me disso quando levei um conhecido até o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos – SP. No caminho eu via o gigantesco congestionamento que me esperava no retorno.

Ouvi recentemente que são registrados 500 novos automóveis por dia na cidade de São Paulo, cuja frota já chegou aos 6 milhões e meio de veículos. Ao mesmo tempo devem sair das ruas – sucateados, acidentados, roubados – cerca de 150 veículos por dia, o que deixa um saldo de 350 veículos novos. Todo dia. Contando só dias úteis, estamos falando em cerca de 105 mil novos veículos por ano.

Se cada um tiver em média 3,5 metros de comprimento teremos uma fila com 368 quilômetros de veículos por ano. Um dia ficará impossível deslocar-se por São Paulo. E então novas medidas serão adotadas. Vão endurecer com o rodízio, que passará a valer por dois dias na semana. Vão aumentar o IPVA para “desestimular” a compra de carros novos. Vão proibir a circulação em determinadas ruas e regiões, aumentando a confusão. Vão multar quem estiver sozinho dentro do automóvel. Vão cobrar pedágio nas marginais. Para comprar um automóvel você terá que provar que tem onde estacionar. As “otoridades” farão o que são capazes: implementarão “soluções” táticas para um problema que precisa de soluções estratégicas, como o rodoanel e o transporte público.

Mas pensamento estratégico dói, sabia? É muito mais fácil pensar pequeno. O Rodoanel não fica pronto pois o governo federal é de um partido e o estadual e municipal de outro. E vice versa. Dane-se a população. O Metrô vai sendo construído na velocidade de um minhocuçu. Ônibus e táxi… pra rodar onde? Pagar quase meio salário mínimo para ir de taxi da Paulista até Alphaville “pois é outro município” é um escárnio.

Então não tem solução. Por isso lembrei do filme e imaginei o “The Perfect Traffic Jam”, o “congestionamento perfeito”. Há de chegar o dia em que seu Joaquim, ao tirar o carro da garagem lá no Tatuapé, completará uma seqüência de fatos raros que desencadeará um congestionamento que se alastrará por toda a cidade. Até parar todo o trânsito em todas as ruas. Não haverá como desfazer o congestionamento a não ser retirando com um helicóptero alguns automóveis e esperando que a coisa normalize. Vamos levar uma semana para ver o trânsito fluir novamente, até o dia em que a dona Valéria, em Interlagos, provocar um segundo congestionamento perfeito… Será o apagão do trânsito.

E como as autoridades não resolvem, um amigo tem uma proposta interessante: quem produz os fatores que geram o problema deveria ser responsável por resolvê-lo. As montadoras têm que assumir responsabilidade sobre a questão do trânsito. As fábricas de refrigerantes têm que assumir responsabilidade sobre o recolhimento das garrafas vazias dos rios. As fábricas de pneus têm que assumir o recolhimento dos pneus usados. As fábricas de cigarro, sobre o tratamento médico do câncer de pulmão. As de computadores, sobre o recolhimento de sucata eletrônica. As de celular, sobre o recolhimento de baterias…

Não é genial? Quando o problema doer no bolso deles, e não apenas no nosso, o caminho para as soluções será descongestionado…