Artigos Café Brasil
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

674 – Balde de Caranguejos
674 – Balde de Caranguejos
O termo “mentalidade de caranguejo” é utilizado em ...

Ver mais

673 – LíderCast 12
673 – LíderCast 12
Mais uma temporada do LíderCast, agora é a 12. Mais um ...

Ver mais

672 – A mão invisível do mercado
672 – A mão invisível do mercado
Você certamente já ouviu falar de livre mercado, aquele ...

Ver mais

Café Brasil 671 – Antifrágil
Café Brasil 671 – Antifrágil
Um dos livros sumarizados no Café Brasil Premium foi o ...

Ver mais

LíderCast 161 – Murilo Gun
LíderCast 161 – Murilo Gun
Criador, inovador, pensador, provocador. Uma figura ...

Ver mais

LíderCast 160 – Parker Treacy
LíderCast 160 – Parker Treacy
Norte americano do setor automotivo ­financeiro, ...

Ver mais

LíderCast 159 – Paulo Ganime
LíderCast 159 – Paulo Ganime
Jovem deputado federal pelo partido Novo, engenheiro e ...

Ver mais

LíderCast 158 – Georgios Frangulis
LíderCast 158 – Georgios Frangulis
Fundador e CEO da Oakberry Açaí Bows, que está ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Resumos das aulas do COF e temas diversos
Eduardo Ferrari
Resumos de aulas do COF
Bom dia, Boa Tarde, Boa noite! Vida longa ao Café Brasil e à Confraria! Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao Luciano Pires pelo espaço e a oportunidade de publicar alguns dos meus resumos. ...

Ver mais

Não se sai do campo de concentração de ônibus com ar condicionado….
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA.

Ver mais

Velhos amigos
Chiquinho Rodrigues
Como é que pôde um simples pedaço de pau, preso em seis cordas, mexer tanto  com a vida de uma pessoa?

Ver mais

A análise do discurso histórico do Paulo Guedes na XP
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157462927933631

Ver mais

Cafezinho 195 – No mundo da lua
Cafezinho 195 – No mundo da lua
Colocar o homem na lua custou mais de 20 bilhões de ...

Ver mais

Cafezinho 194 – O banco
Cafezinho 194 – O banco
E aquele monte de dinheiro à minha disposição? Esqueça. ...

Ver mais

Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Quer saber? Antes de ser do meretrício, as zonas eram ...

Ver mais

Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Antes de dizer “não comi e não gostei” ou “não leio ...

Ver mais

#tutorial paraentenderopost

#tutorial paraentenderopost

Luciano Pires -

Publico sempre textos polêmicos no Facebook, que recebem muitos comentários, vários deles demonstrando que a pessoa não entendeu o que estava escrito. Chega a ser assustador. Então decidi publicar outra daquelas obviedades que podem ajudar um ou outro aí a entender o que lê, vê ou ouve. Vamos lá.

1. Procure saber um pouco sobre o autor. Quem é ele? Qual sua formação e influências? Que ideias e pontos de vista ele defende? De onde ele veio? Onde publica seus escritos? Ele tem Facebook? Entre na página e procure quem ele curte. Ele tem Twitter? Entre lá e veja principalmente o que ele retuíta. São pistas importantíssimas para ajudar a interpretar o texto.

2 . Procure entender para quem o texto foi escrito. Para homens? Mulheres? Jovens? Velhos? Pobres? Ricos? Esquerdistas? Direitistas? Conservadores? Cumpanheros? Isso ajuda imensamente a compreender as intenções do autor.

3. Se possível, verifique em que contexto o texto foi escrito. Foi por alguém que acaba de testemunhar um conflito entre a polícia e manifestantes e tomou um bordoada? Foi pelo jornalista que acaba de ser demitido do emprego por uma opinião mal dada? Ou alguém que acaba de perder uma eleição? Quem sabe alguém que estava na cena de um atentado terrorista? O contexto dá pistas preciosas sobre o estado psicológico e as intenções do autor.

4. Leia o texto pelo menos duas vezes. Primeiro observe o conteúdo, depois analise a forma como o autor desenvolveu o texto. Um ponto de exclamação, uma palavra entre aspas, uma quebra de ritmo podem significar que você está diante de uma ironia, que quer dizer exatamente o oposto do que está escrito. Assim você não paga o mico de criticar uma opinião com a qual você concorda.

5. O mesmo foco na forma deve ser aplicado ao texto como um todo. Como os parágrafos se relacionam? Houve uma quebra de ritmo? Um parágrafo que contradiz o anterior? Hummm… Será que esse idota está se contradizendo? Ou ele está olhando por um ângulo que eu não percebi? Se o escritor não for apenas ruim, essas relações entre os parágrafos também tem uma razão de ser.

6. Qual é a ideia mais importante em cada parágrafo? Ou em cada bloco de parágrafos? Mantenha-a em perspectiva.

7. Opa! Você se deparou com uma pergunta! Será que compreendeu a questão? Cuidado, um erro de interpretação da pergunta mudará completamente sua percepção do texto e a culpa será sua e não do autor!

8. O texto está no Facebook ou outro local que permite comentários de leitores? Se está, há grandes chances de ser um texto escrito de primeira, sem revisões, sem grandes cuidados com estilo, apenas um registro rápido de alguma ideia que depois será elaborado. Aproveite e leia os comentários dos leitores! O mesmo vale para os vídeos do Youtube e qualquer tipo de mídia social. Muitas vezes os comentários trazem interpretações sob pontos de vista muito diferentes dos seus que complementam o texto ou elucidam uma questão.

9. “O primeiro dever da inteligência é duvidar dela mesma” disse Albert Einstein. Duvide de sua inteligência. Sempre. Talvez aquele autor que, embora sem conhecer direito, você está prestes a ofender, seja mais inteligente que você. Ao fazer um comentário ácido ou uma gracinha você estará apenas fazendo papel de idiota.

10. Lembre-se: sempre que você encontrar algo que o satisfaça, compartilhe.

Putz… É tão óbvio que até me dá vergonha.