Iscas Intelectuais
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts
O Guia do Anunciante em Podcasts traz informações ...

Ver mais

Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

674 – Balde de Caranguejos
674 – Balde de Caranguejos
O termo “mentalidade de caranguejo” é utilizado em ...

Ver mais

673 – LíderCast 12
673 – LíderCast 12
Mais uma temporada do LíderCast, agora é a 12. Mais um ...

Ver mais

672 – A mão invisível do mercado
672 – A mão invisível do mercado
Você certamente já ouviu falar de livre mercado, aquele ...

Ver mais

Café Brasil 671 – Antifrágil
Café Brasil 671 – Antifrágil
Um dos livros sumarizados no Café Brasil Premium foi o ...

Ver mais

LíderCast 161 – Murilo Gun
LíderCast 161 – Murilo Gun
Criador, inovador, pensador, provocador. Uma figura ...

Ver mais

LíderCast 160 – Parker Treacy
LíderCast 160 – Parker Treacy
Norte americano do setor automotivo ­financeiro, ...

Ver mais

LíderCast 159 – Paulo Ganime
LíderCast 159 – Paulo Ganime
Jovem deputado federal pelo partido Novo, engenheiro e ...

Ver mais

LíderCast 158 – Georgios Frangulis
LíderCast 158 – Georgios Frangulis
Fundador e CEO da Oakberry Açaí Bows, que está ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

Resumos das aulas do COF e temas diversos
Eduardo Ferrari
Resumos de aulas do COF
Bom dia, Boa Tarde, Boa noite! Vida longa ao Café Brasil e à Confraria! Em primeiro lugar, gostaria de agradecer ao Luciano Pires pelo espaço e a oportunidade de publicar alguns dos meus resumos. ...

Ver mais

Não se sai do campo de concentração de ônibus com ar condicionado….
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA.

Ver mais

Velhos amigos
Chiquinho Rodrigues
Como é que pôde um simples pedaço de pau, preso em seis cordas, mexer tanto  com a vida de uma pessoa?

Ver mais

A análise do discurso histórico do Paulo Guedes na XP
Carlos Nepomuceno
LIVE COMPLETA: https://web.facebook.com/carlos.nepomuceno/videos/10157462927933631

Ver mais

Cafezinho 195 – No mundo da lua
Cafezinho 195 – No mundo da lua
Colocar o homem na lua custou mais de 20 bilhões de ...

Ver mais

Cafezinho 194 – O banco
Cafezinho 194 – O banco
E aquele monte de dinheiro à minha disposição? Esqueça. ...

Ver mais

Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Cafezinho 193 – A zona do equilíbrio
Quer saber? Antes de ser do meretrício, as zonas eram ...

Ver mais

Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Cafezinho 192 – A arte de comer picanha
Antes de dizer “não comi e não gostei” ou “não leio ...

Ver mais

De democracia de verdade, não a falaciosa.

De democracia de verdade, não a falaciosa.

Adalberto Piotto - Olhar Brasileiro -

Por Adalberto Piotto

Neste domingo, a lei prosperou na Câmara ao acolher o prosseguimento de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Fez-se tal como a Constituição prevê.

E com absoluto rigor e regramento decidido pelo Supremo Tribunal Federal.

É a lei e a democracia de verdade que se fortaleceram, goste-se ou não do resultado.

Acreditar ou divulgar a falácia do “golpe” – sempre entre aspas -, o discurso único e desesperado de quem perdeu a legitimidade e o argumento, é uma afronta à sensatez, uma esperteza, a crença no inacreditável ou a pretensão da superioridade, nada democrática, diga-se.

Há um rito a seguir. Até aqui foi seguido. A lei brasileira é extremamente ciosa para proteger exageros ou arroubos contra o governante de plantão. Exige 342 votos de deputados no mínimo para qualquer pedido de impeachment. São dois terços dos 513 parlamentares. E só será afastada, temporariamente, pela maioria absoluta dos senadores.

O julgamento com amplo direito de defesa, como já se deu, dar-se-á uma vez mais lá.

Por isso e por tudo o que se tem visto nas ruas,  não há divisão do país, outra falácia que tenta instalar um confronto imaginário que só beneficia quem está perdendo na regra.

Há pessoas defendendo seus pontos de vista. E são diferentes. É da democracia o respeito à divergência.

E vem dela a noção de que o perdedor aceite o resultado.

Ameaçar a ordem pública ou promover chicanas jurídicas porque não foi contemplado com o que queria impor à força, porque a Constituição foi seguida e sua vontade preterida, bem, aí é  realmente um golpe contra a lei e os brasileiros de bem.

Não será aceito.

Ameaçar com violência é premeditação de crime. Isso é agravante.

Não vamos ceder. Há processos e ritos constitucionais.

Dilma e Temer foram eleitos.

Pra ela sair, tem regras.

Pra ele entrar, tem outras regras.

Qualquer coisa além disso, mesmo com perfume libertário, como novas eleições gerais, afronta inicialmente à lei.

Pode-se discutir. Mas querer colocar a hipótese como única saída pacificadora de uma guerra que tentam inventar é tentativa de golpe. Este, sim, de verdade e perigoso.

A cassação da chapa, por acusação de crime eleitoral, já está sendo discutida no TSE. A decisão de lá, embora possa ser contestada, será legítima. É o foro adequado.

Mas o regramento constitucional deve ser o norte de tudo.

Seguimo-lo até aqui.

Vamos continuar a fazê-lo  no Senado.

E apoiar e vigiar as instituições. Elas precisam dos cidadãos para existirem.

Ver Todos os artigos de Adalberto Piotto