Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Bandidos Na TV
Bandidos Na TV
Assisti Bandidos Na Tv, nova série na NetFlix, que ...

Ver mais

1964 – O Brasil entre armas e livros
1964 – O Brasil entre armas e livros
Um documentário para ser visto como outro ângulo pelo ...

Ver mais

Os Podcasts Café Brasil Musicais
Os Podcasts Café Brasil Musicais
Música é uma de nossas grandes paixões, por isso de ...

Ver mais

#DicaNetFlix Trotsky
#DicaNetFlix Trotsky
É uma série de terror. Tem assassinos em série, ...

Ver mais

670 – A nova Previdência
670 – A nova Previdência
No dia 12 de Junho fomos à Brasília e, no Ministério da ...

Ver mais

669 – Fora da Caixa 2
669 – Fora da Caixa 2
Você não precisa inventar a lâmpada para ser original. ...

Ver mais

668 – Fora da caixa
668 – Fora da caixa
Não é fácil hoje em dia ter uma ideia original, ...

Ver mais

667 – Ajuda, por favor
667 – Ajuda, por favor
Toda mudança implica em incomodação. Se não incomoda, ...

Ver mais

LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
LíderCast 157 – Marcel Van Hattem
Marcel Van Hattem é um jovem Deputado Federal pelo ...

Ver mais

LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
LíderCast 156 – Karina Oliani e Carlos Morey
Aproveitando que o Everest está sendo discutido na ...

Ver mais

LíderCast Temporada 12
LíderCast Temporada 12
Vem aí a Temporada 12 do LíderCast, que será lançada na ...

Ver mais

LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
LíderCast 155 – Emilio Dantas Costa
Servidor público de carreira, que a partir das ...

Ver mais

Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Cafezinho Live – Como será o Brasil com Bolsonaro
Um bate papo entre Adalberto Piotto, Carlos Nepomuceno ...

Ver mais

046 – Para quem vai anular o voto
046 – Para quem vai anular o voto
Fiz um vídeo desenhando claramente o que acontece com ...

Ver mais

Confraria Café Brasil
Confraria Café Brasil
A Confraria Café Brasil nasceu para conectar pessoas ...

Ver mais

Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata T02 10
Videocast Nakata Temporada 02 Episódio 10 - Hábitos ...

Ver mais

TRIVIUM: CAPITULO 2 – AMBIGUIDADE DA LINGUAGEM (parte 10)
Alexandre Gomes
Já que uma PALAVRA é um SÍMBOLO, um SIGNO ARBITRÁRIO ao qual é imposto um significado por convenção, é natural que esteja sujeita (a palavra) à AMBIGUIDADE. E isso pode surgir de alguns pontos: ...

Ver mais

O salário do professor brasileiro é um dos mais baixos do mundo
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Matéria de ontem no jornal O Globo nos lembra um fato que é amplamente reconhecido: os professores brasileiros estão entre os que recebem os menores salários no mundo inteiro. Em relação aos ...

Ver mais

As cigarras, as formigas e o tal do viés ideológico
Carlos Nepomuceno
RESUMO DA LIVE: LIVE COMPLETA.

Ver mais

Komsomol brasileiro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Um dos métodos mais eficazes para garantir a lavagem cerebral nos jovens de tenra idade (muitas vezes órfãos, vítimas da guerra ou dos pavorosos assassinatos em massa ordenados por Stalin) na ...

Ver mais

Cafezinho 188 – O coeficiente de trouxidão
Cafezinho 188 – O coeficiente de trouxidão
É seu coeficiente de trouxidão, com a suspensão ...

Ver mais

Cafezinho 187 – Quem merece seu tempo de vida
Cafezinho 187 – Quem merece seu tempo de vida
Meu tempo de vida está sendo enriquecido ou só desperdiçado?

Ver mais

Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Cafezinho 186 – A disciplina intelectual
Na definição dos dicionários, disciplina é o conjunto ...

Ver mais

Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Cafezinho 185 – O princípio Eisenhower
Dê uma olhada nas pautas em discussão nas mídias. Veja ...

Ver mais

646 – Harry Nilsson

646 – Harry Nilsson

Luciano Pires -
Download do Programa

Mais um daqueles especiais musicais que você gosta tanto. Você já ouviu falar em Harry Nilsson? Compositor, músico, cantor… Um sujeito que influenciou uns carinhas aí, uma bobagem… tipo Beatles e outros tantos sabe? Mas que é desconhecido para as novas gerações. Hoje você vai conhecê-lo.

Posso entrar?

Amigo, amiga, não importa quem seja, bom dia, boa tarde, boa noite, este é o Café Brasil e eu sou o Luciano Pires.

Antes de começar o show, um recado: a transcrição deste programa com os links para as músicas no Youtube você pode baixar acessando portalcafebrasil.com.br/646.

E quem vai levar o e-book Me engana que eu gosto é o Diego…

“Bom dia, boa tarde, boa noite. Meu nome é Diego Patá, Luciano pra você, pra tua equipe, eu quero mandar um grande cumprimento. Aqui do Equador. 

Eu sempre escuto seus podcasts, especialmente aquele podcast do Bohemian Rhapsody. Eu nunca gostei muito daquele grupo, do Queen. Mas depois de fazer aquela análise, de acompanhá-lo naquela análise, da música, do jeito como foi feita, eu aprendi a gostar desse grupo, dessa música. 

E nesta semana, nas minhas aulas de inglês, falando com a minha professora, começamos a lembrar canções, músicas que passaram naquela barreira do tempo, aquelas canções que você tem na sua mente, mas sempre são como estar presentes, são atuais. E eu comentei o Bohemian Rhapsody, mas a professora falou assim pra mim: você sabe a mensagem que ele dá quando ele canta? Eu falei sim, ele conta uma história difícil  dele, da morte de uma pessoa. Ela me perguntou assim: você sabe qual é aquela pessoa que ele matou mesmo? Ele, nessa letra daquela música, ele matou um homem, mas ele matou a um homem que estava dentro dele mesmo. Ele estava dando para seus fãs, para seu público, seus seguidores a mensagem da escolha de gênero que ele tinha naquele momento. Ele contou ao mundo sua condição de preferência pelos homens. Ele contou ao mundo a preferência que ele tinha. Ou seja, ele contou que era gay. E a mensagem não faz nenhuma crítica, nenhum juízo de valor por aquela escolha. Não. Não é isso.

Mas nunca pensei que a mensagem que ele estava dando propriamente dita para todos. E se podemos pensar naquelas linhas que ele escreve ou canta na música, ele conta sua tragédia, sua decisão e conta pra sua mãe. Você sabe, Luciano, que para os homens, nossa mãe, a mãe de cada um de nós é a pessoa mais principal do mundo. Onde nós, quando temos problemas, quando temos dificuldades nós vamos até elas e ficamos em seus braços contando essas dores que às vezes temos. E ele contou para sua mãe. Aquela doença interna, aquela decisão, aquele mundo difícil que vivia cada dia. 

Fiquei com aquela questão na mente e pensei, aquela questão que eu entendi e percebi, naquele momento, eu tenho que falar com você. Porque você também me vê o teu ponto de vista e das pessoas que escutam o teu podcast, que escutam o Café Brasil, se as outras pessoas também tinham aquele pensamento, entendiam a letra com aquele sentido. 

Luciano. Para tua equipe um abraço forte, gigante, daqui do Equador. Ainda estando aqui, fico ………. de cada podcast. Legal. Sempre pra frente e muito obrigado pelos teus ensinamentos. Um abraço. Até logo”.

Grande Diego, que legal saber que somos ouvidos no Equador! Rararara… você foi mais um convertido pelo Café Brasil 275, não é? Você não está sozinho não, viu? Eu concordo com a sua professora sim, até falei isso no Café Brasil 600. Bohemian Rhapsody é mesmo uma alegoria sobre alguém que assume sua opção sexual. E que sabe que vai peitar o mundo…

Muito bem. O Diego também receberá um KIT DKT… Ih cara! No Equador eu não sei. Se a gente conseguir dar um jeito aqui, o Diego  receberá um KIT DKT recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculinos.

Você já sabe que boa parte dos resultados da DKT é revertida para ações sociais de combate às doenças sexualmente transmissíveis e ao controle da natalidade. E agora, quem bater uma foto dos produtos PRUDENCE no momento da compra  e mandar para o nosso Whatsapp 11 96429 4746, fará com que a DKT faça uma doação da mesma quantidade de produtos para entidades sociais que ela ajuda no dia a dia. Assim, cada vez que você comprar um produto Prudence, estará contribuindo ainda mais para salvar vidas.  facebook.com/dktbrasil

Vamos lá então!

Luciano – Lalá! Na hora do amor, você usa o quê? Por favor, seja musical….

Lalá – Prudenceeeeeee…

Hora de Café Brasil Premium, nossa “Netflix do Conhecimento”, que está arrebentando. Vamos pra 21, 22 meses de conteúdo. Cara! O que tem de coisa lá, de sumário de livro, videocasts, palestras, power points, e-books, é uma festa. Conteúdo de alta qualidade, numa espécie de MLA – Master Life Administration. Se você acessar o: CafedeGraca.com, poderá experimentar o Premium por um mês sem pagar. 

De novo: CafeDeGraca.com.

Faça uma degustação do cafebrasilpremium.com.br.

Conteúdo extra-forte.

Lalá, vamos viajar, hein? Liga aí a nossa máquina do tempo, e coloque setembro de 1974. Eu quero a Rua Augusta, ali pertinho da Paulista…

Pronto! Aqui estamos… eu com 18 anos de idade, caminhando pela rua Augusta com alguns amigos bauruenses. Havíamos viajado para São Paulo para prestar vestibular no Mackenzie. A Augusta era “a” rua, onde tudo acontecia, onde a moda era lançada, onde a moçada frequentava. Passamos em frente a uma loja de discos, provavelmente uma Hi-Fi, que trazia os lançamentos mais recentes, importados. Na entrada da loja, fui capturado por um som estranho, uma voz de narrador… seguida por uma melodia que me congelou…

Eu já havia ouvido aquela música uma milhão de vezes, mas desta vez era diferente. Além daquela narração no início, a música parecia cantada com algo mais que a voz, com o coração, com uma dor lancinante… a dor de perder alguém…

Without you
Tom Evans
Pete Ham

No, I can’t forget this evening
And your face as you were leaving
But I guess that’s just the way the story goes
You always smile, but in your eyes your sorrow shows
Yes, it shows

No, I can’t forget tomorrow
When I think of all my sorrow
When I had you there, but then I let you go
And now it’s only fair that I should let you know
What you should know

I can’t live if living is without you
I can’t live, I can’t give anymore
I can’t live if living is without you
I can’t give, I can’t give anymore

Well I can’t forget this evening
Or your face as you were leaving
But I guess that’s just the way the story goes
You always smile, but in your eyes your sorrow shows
Yes, it shows

I can’t live if living is without you
I can’t live, I can’t give anymore
I can’t live if living is without you
I can’t live, I can’t give anymore

(Oh! I can’t live)
I can’t live if living is without you
I can’t live, I can’t give anymore

Sem Você

Não, eu não consigo me esquecer dessa noite
E do seu rosto enquanto você partia
Mas acho que seria esse mesmo o rumo da história
Você sempre sorri, mas a tristeza se revela em seu olhar
Sim, se revela

Não, eu não posso me esquecer do amanhã
Quando eu penso em toda a minha tristeza
Quando tive você, mas o deixei partir
E agora é justo que eu lhe conte
O que você deve saber

Eu não posso viver, se for para viver sem você
Eu não posso, não posso mais viver
Eu não posso viver, se for para viver sem você
Eu não posso, não posso dar mais

Não, eu não consigo me esquecer dessa noite
E do seu rosto enquanto você partia
Mas acho que seria esse mesmo o rumo da história
Você sempre sorri, mas a tristeza se revela em seu olhar
Sim, se revela

Eu não posso viver, se for para viver sem você
Eu não posso, não posso mais viver
Eu não posso viver, se for para viver sem você
Eu não posso, não posso dar mais

(Oh! Não posso viver)
Eu não posso viver, se for para viver sem você
Eu não posso, não posso dar mais

A música era WITHOUT YOU, composta por Tom Evans e Pete Ham e lançada pela banda Badfinger em 1970.  Aliás, essa música é muito louca cara! Os dois compositores se suicidaram. Ela foi regravada por Harry Nilsson num disco de 1971 e fez tremendo sucesso “Eu não posso viver… não posso viver mais sem você…” Cara, aquilo me pegou de tal maneira que entrei na loja e comprei o disco. Recentemente, ouvindo outra vez que eu percebi uma coisa curiosa. Esse clima de filme de terror com narrador fantasmagórico seguido pela música foi utilizado por Michael Jackson em Thriller. Eu não tinha grana pra comprar aquele disco, cara, estava contadinha, mas aquela oportunidade não podia ser perdida. Eu nunca encontraria aquele disco em Bauru. Comprei. O nome era Son of Dracula, com Harry Nilsson e um convidado especial, Ringo Starr.

Eu não sabia que aquele disco era a trilha sonora de um filme de terror da Apple Records, estrelado por Nilsson e Ringo e que virou clássico de tão ruim… mas dentro do disco eu encontrei cada petardo meu, com arranjos de Paul Buckmaster, responsável por muitos arranjos consagrados em músicas de Elton John, David Bowie, Miles Davis, The Rolling Stones… sente aí, ó…

Down
Harry Nilsson

Well you gotta have soul to wash your sins away
You gotta have hope it’s the price you gotta pay
You gotta give love or your love will walk away
And you gotta stay loose it’s the only way to stay

Down, you got it going
Going ‘round, you got it going
Down, da-da-down, da-da-down

Down to the bottom, to the bottom of a hole
Going down
Going down to the bottom, to the bottom of a hole
Going down

Down, you got it going
Going ‘round, got it going
Down, going down, down, down

Going down to the bottom of a hole
Going down
I’m going down to the bottom, to the bottom of a hole
Going down

Down, you got it going
Going ‘round, you got it going
Down, da-da-down, da-da-down

Down, you got it going
Going ‘round, you got it going
Down

Down, you got it going
Going down you got me going
Going down
I’m going down

Uau! Essa é DOWN! Dá pra sacar o baita rock por trás daquele arranjo meio soul music, hein? Olha só…

Cara! Que fantástico, bicho!

O outro petardo no disco era DAYBREAK…

Daybreak
Harry Nilsson

Here comes the daylight
It’s makin’ me sad
Here comes the sunlight
Makin’ me sad
Had a good time last night
Best I ever had
Here come the sunshine
That’s makin’ me sad
So sad, so sad, so sad, so sad

Here come the daybreak
It’s bringin’ me pain
It’s causin’ me heartache
I wish it would rain
Had a good time last night
Just me and my friends
But here come the daylight
And now it’s the end
Oh no, oh no, oh no, oh no

Here come the daylight
It’s bringin’ me down
Causin’ me heartache
It’s spinnin’ my head around, yeah

Here come the daylight
It’s bringin’ me pain
It’s causin’ me heartache
I wish it would rain
Had a good time last night
Just me and my friends
But here come the daylight
And now it’s the end
Oh no, oh no, oh no, oh no

Here come the sunlight
It’s bringin’ me down
It’s causin’ me heartache
It’s spinnin’ my head around, yeah

Here come the daybreak
It’s makin’ me cough
It’s causin’ me sunburn
It’s pissin’ me off
Had a good time last night
In the moon’s glimpse
Now all that’ll save me
Is a total eclipse
Oh no, oh no, oh no, oh no

Aurora

Aí vem a luz do dia
Está me deixando triste
Aí vem a luz do sol
Me deixando triste
Tinha um bom tempo na noite passada
Melhor que já tive
Aqui vem o sol
Me deixando treiste
Tão triste, tão triste, tão triste, tão triste

Aqui chega a aurora
Me trazendo dor
me causando dor de cabeça
Meu desejo seria chuva
Tinha um bom tempo na noite passada
Só eu e meus amigos
Mas aí vem a luz do dia
E agora é o fim
Oh não, oh não, oh não, oh não

Aqui chega a luz do dia
It’s bringin ‘me down
Desgosto me causando
É a cabeça girando em torno meu, yeah

Aqui chega a luz do dia
It’s bringin ‘me dor
It’s me causando dor de cabeça
I Wish it would rain
Tinha um bom tempo na noite passada
Só eu e meus amigos
Mas aí vem a luz do dia
E agora é o fim
Oh não, oh não, oh não, oh não

Aqui vem o sol
Me causando dor
me causando dor de cabeça
É a cabeça girando, yeah

Aqui chega a aurora
me deixando com tosse
me causando queimaduras solares
me aborrecendo
Tinha um bom tempo na noite passada
No vislumbre da lua
Agora tudo isso vai me salvar
É um eclipse total
Oh não, oh não, oh não, oh não

Bem, eu não preciso dizer que ouvi aquele disco até quase furar, não é?

Nascido no Brooklin em 1943, Harry E. Nilsson III, adotou simplesmente Nilsson quando decidiu que seria um artista, no começo dos anos 1960. Nilsson não demorou para assinar com a RCA, lançando dois álbuns que não venderam nada.  Mas um deles, Pandemonium Shadow Show, chegou ao conhecimento dos Beatles. Além de covers de algumas canções, dos Beatles, uma delas,  You can´t dothat estava repleta de referências ao quarteto de Liverpool. Ouça e tente encontrar as referências:

You can’t do that
Harry Nilsson

I’ve got somethin’ to say that might cause you pain
If I catch you talkin’ to that boy again
I’m gonna let you down
And leave you flat
Because I told you before
Oh, you can’t do that

Well it’s the second time I’ve caught you talkin’ to him
Do I have to tell you one more time, I think it’s a sin
I think I’ll let you down (let you down)
And leave you flat (gonna let you down and leave you flat)
Because I told you before
Oh, you can’t do that

Everybody’s green
Cuz I’m the one who won your love
But if they’d seen
You talking that way, they’d laugh in my face

So please listen to me if you wanna stay mine
I can’t help my feelings I go out of my mind
I’m gonna let you down (let you down)
And leave you flat (gonna let you down and leave you flat).
Because I told you before,
Oh you can’t do that!

(You can’t do that)
(You can’t do that)
(You can’t do that)
(You can’t do that)
(You can’t do that)

Everybody’s green
Cuz I’m the one that won your love
But if they’d seen
You talking that way, they’d laugh in my face

So please listen to me if you wanna stay mine
I can’t help my feelings I go out of my mind
I’ll go and let you down (let you down)
And leave you flat (gonna let you down and leave you flat.
Because I told you before,
Oh you can’t do that

Você não pode fazer isso

Eu tenho algo a dizer que possa causar-lhe dor
Se eu pegar você falando com aquele menino de novo
Eu vou deixar você para baixo
E deixá-lo liso
Porque eu lhe disse antes
Oh, você não pode fazer isso

Bem, é a segunda vez que eu peguei você falar com ele
Tenho que lhe dizer mais uma vez, eu acho que é um pecado
Acho que vou deixar você para baixo (deixarei para baixo)
E deixá-lo liso (vou deixar você para baixo e deixá-lo liso)
Porque eu lhe disse antes
Oh, você não pode fazer isso

Todo mundo é verde
Porque eu sou o único que ganhou seu amor
Mas se eles tinham visto
Você está falando dessa forma, eles ririam na minha cara

Então, por favor, ouça-me se quero ficar mina
Eu não posso ajudar os meus sentimentos que eu sair da minha mente
Eu vou deixar você para baixo (deixarei para baixo)
E deixá-lo liso (vou deixar você para baixo e deixá-lo liso).
Porque eu lhe disse antes,
Oh, você não pode fazer isso!

(Você não pode fazer isso)
(Você não pode fazer isso)
(Você não pode fazer isso)
(Você não pode fazer isso)
(Você não pode fazer isso)

Todo mundo é verde
Porque eu sou o único que ganhou seu amor
Mas se eles tinham visto
Você está falando dessa forma, eles ririam na minha cara

Então, por favor, ouça-me se quero ficar mina
Eu não posso ajudar os meus sentimentos que eu sair da minha mente
Eu vou deixar você para baixo (deixarei para baixo)
E deixá-lo liso (vou deixar você para baixo e deixá-lo liso.
Porque eu lhe disse antes,
Oh, você não pode fazer isso

Nilsson foi convidado a conhecer o legendário estúdio da gravadora Apple em 1968, onde ficou amigo dos fab fours. Em 1969, uma música de um de seus dois discos fracassados foi utilizada num filme que explodiu no começo dos anos 70. O filme chamava-se Midnight Cowboy, que no Brasil ganhou o título de Perdidos na noite, dirigido por um dos talentos do cinema dos anos 1970, John Schlesinger. O filme foi estrelado por John Voight – hoje mais conhecido como pai de Angelina Jolie e Dustin Hoffmann. O nome da música era Everybody´s Talking, que o filme transformou no primeiro sucesso de Nilsson no Top Ten e que lhe deu um Grammy. Se você não reconhecer a música, chame seu pai ou sua mãe…

Everybody’s talkin’
Harry Nilsson

Everybody’s Talkin’
Everybody’s talking at me
I don’t hear a word they’re saying
Only the echoes of my mind

People stopping staring
I can’t see their faces
Only the shadows of their eyes

I’m going where the sun keeps shining
Thru’ the pouring rain
Going where the weather suits my clothes
Backing off of the North East wind
Sailing on summer breeze
And skipping over the ocean like a stone

Everybody’s talking at me
I can’t hear a word they’re saying
Only the echoes of my mind

I won’t let you leave my love behind
No, I won’t let you leave
Won’t… Ah-haaaa!
I won’t let you leave my love behind

Todo mundo falando de mim

Todo mundo falando comigo
Eu não ouço uma palavra que estão dizendo
Apenas os ecos da minha mente

Pessoas paradas olhando
Eu não consigo ver seus rostos
Somente as sombras dos seus olhos

Eu estou indo onde o sol continua brilhando
Através da chuva torrencial
Indo onde o tempo se adapte às minhas roupas
Recuando do vento Nordeste
Navegando na brisa de verão
E saltando sobre o oceano como uma pedra

Todo mundo falando comigo
Eu não ouço uma palavra que estão dizendo
Apenas os ecos da minha mente

Não vou deixar que você deixe o meu amor pra trás
Não, eu não vou deixar você sair
Não… Ah-haaaa!
Não vou deixar que você deixe o meu amor pra trás

Muito bem. Estávamos em 1969…durante a próxima década, Nilsson lançou mais 13 álbuns, ficando sete vezes entre os Top 40. Em 1971 lançou seu álbum de maior sucesso, Nilsson Schmilsson, onde aparecia aquele cover de Without You e… é claro, eu não vou deixar você sem ouvir a versão original, do BadFinger não é?

Cara, como essa musica tocou no Brasil, na versão do Nilsson… se não me engano foi tema de novela e todo garoto e garota do começo dos anos 1970 dançou nas brincadeiras dançantes.

Coconut
Harry Nilsson

Coconut
Brother bought a coconut, he bought it for a dime
His sister had another one, she paid it for the lime

She put the lime in the coconut, she drank ‘em both up
She put the lime in the coconut, she drank ‘em both up
She put the lime in the coconut, she drank ‘em both up
She put the lime in the coconut, she called the doctor, woke him up

And said “Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, to relieve this bellyache?
I say, Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, to relieve this bellyache?

Now let me get this straight
Put the lime in the coconut, you drank ‘em both up
Put the lime in the coconut, you drank ‘em both up
Put the lime in the coconut, you drank ‘em both up
Put the lime in the coconut, you called your doctor, woke him up

And said, “Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, to relieve this bellyache?
I say, Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, dooooctor, to relieve this bellyache?”

Put the lime in the coconut, you drink ‘em both up
Put the lime in the coconut, you drink ‘em both up
Put the lime in the coconut, you drink ‘em both together
Put the lime in the coconut, then you feel better
Put the lime in the coconut, drink ‘em both down
Put the lime in the coconut, and call me in the morning

Wouh wouh wouh wouh wouh….

Brother bought a coconut, he bought it for a dime
His sister had another one, she paid it for the lime
She put the lime in the coconut, she drank ‘em both up
She put the lime in the coconut, she drank ‘em both up
She put the lime in the coconut, she drank ‘em both up
Put the lime in the coconut, she called the doctor, woke him up

And said “Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, to relieve this bellyache?
I say, Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, doctor, doctor, dooooooc!

Put the lime in the coconut, you drink ‘em both up
Put the lime in the coconut, you drink ‘em both up
Put the lime in the coconut, you drink ‘em both together
Put the lime in the coconut, then you feel better
Put the lime in the coconut, drink ‘em both down
Put the lime in the coconut, and call me in the morning

Woo-oo, ain’t there nothin’ you can take, I said
Woo-oo, to relieve your bellyache, you said
Woo-oo, ain’t there nothin’ you can take, I said
Woo-oo, to relieve your bellyache, you say

And said “Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, to relieve this bellyache?
I say, Doctor, ain’t there nothin’ I can take,
I say, Doctor, you’re such a silly woman!

Put the lime in the coconut, you drink ‘em both together
Put the lime in the coconut, then you feel better
Put the lime in the coconut, drink ‘em both down
Put the lime in the coconut, and call me in the moo-o-oorning

Yes, you call me in the morning
If you call me in the morning I’ll tell you what to do
If you call me in the morning I’ll tell you what to do
If you call me in the morning I’ll tell you what to do
If you call me in the morning I’ll tell you what to do
If you call me in the morning I’ll tell you what to do
If you call me in the morning I’ll tell you what to do
If you call me in the morning I’ll tell you what to do

You’re such a silly woman
Ain’t there nothin’ you can take

Coco

Meu irmão comprou um coco, ele comprou um centavo
Sua irmã tinha outro, que ela trocou por um limão

Ela colocou o limão no coco, ela bebeu os dois juntos
Ela colocou o limão no coco, ela chamou o médico, o acordou e disse:

Doutor, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Doutor, para aliviar esta dor de barriga, eu disse
Doutor, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Doutor, para aliviar esta dor de barriga

Agora, deixe-me ver se entendi
Você colocou o limão no coco, você bebeu os dois juntos
Colocou o limão no coco, você chamou o seu médico, o acordou e disse:

Doutor, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Doutor, para aliviar esta dor de barriga, eu disse
Doutor, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Doutor, para aliviar esta dor de barriga

Você colocará o limão no coco, beba os dois juntos
Coloque o limão no coco, então você se sentirá melhor
Coloque o limão no coco, beba os dois juntos
Coloque o limão no coco, e me chame de manhã

Meu irmão comprou um coco, ele comprou um centavo
Sua irmã tinha outro, que ela trocou por um limão
Ela colocou o limão no coco, ela bebeu os dois juntos
Colocou o limão no coco, ela chamou o médico, o acordou e disse:

Doutor, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Doutor, para aliviar esta dor de barriga, eu disse
Doutor, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Agora, deixe-me ver se entendi

Você colocou o limão no coco, você bebeu os dois juntos
Colocou o limão no coco, você é uma mulher tão tola

Coloque o limão no coco, beba os dois juntos
Coloque o limão no coco, então você se sentirá melhor
Coloque o limão no coco, beba os dois juntos
Coloque o limão no coco, e me chame de manhã

Woo-oo, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Woo-oo, para aliviar esta dor de barriga, você
Woo-oo, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Woo-oo, para aliviar esta dor de barriga, você diz

Yeah, ah, não há nada que eu possa tomar, eu digo
Wow-ow, para aliviar esta dor de barriga, eu disse
Doutor, não há nada que eu possa tomar, eu disse
Doutor, você é uma mulher tão tola

Coloque o limão no coco, beba os dois juntos
Coloque o limão no coco, então você se sentirá melhor
Coloque o limão no coco, beba os dois juntos
Coloque o limão no coco, e me chame de ma-a-nhã

Sim, me chame de manhã
Se você me chamar de manhã eu vou te dizer o que fazer

Essa é COCONUT, que tem um vídeo clip inacreditável com todo mundo vestido de gorila…eu aposto que quando começou você achou que era Jack Johnson, não é?

Pois então… Como eu disse, Nilsson tornou-se amigo dos Beatles, em especial de John Lennon que o ajudou a criar o álbum Pussy Cats de 1974, no período em que estava separado de Yoko Ono. Nesse disco está Don´t forget me…

Don’t forget me
Harry Nilsson

Don’t forget me
In the winter time, keep your feet warm
But keep your clothes on and don’t forget me
Keep your memories
But keep your powder dry, too

In the summer, by the poolside
While the fireflies are all around you
I’ll miss you when I’m lonely
I’ll miss the alimony, too

Don’t forget me, don’t forget me
Make it easy only just for a little while
You know I think about you
Let me know you think about me, too

And when we’re older and full of cancer
It doesn’t matter now, come on get happy
‘Cause nothing lasts forever
But I will always love you

Don’t forget me, please don’t forget me
Make it easy only just for a little while
You know I think about you
Let me know you think about me, too

Não se esqueça de mim

No inverno, mantenha os pés quentes
Mas mantenha suas roupas e não se esqueça de mim
Mantenha suas memórias
Mas manter seu pó seco, muito

No verão, à beira da piscina
Enquanto os vaga-lumes estão ao seu redor
Vou sentir sua falta quando estou sozinha
Eu vou perder a pensão alimentícia, também

Não me esqueça, não me esqueça
Tornar mais fácil apenas por pouco tempo
Você sabe que eu penso em você
Deixe-me saber que você pensa em mim também

E quando estamos mais velhos e cheios de câncer
Não importa agora, vamos ficar feliz
Porque nada dura para sempre
Mas eu sempre vou te amar

Não me esqueça, por favor, não se esqueça de mim
Tornar mais fácil apenas por pouco tempo
Você sabe que eu penso em você
Deixe-me saber que você pensa em mim também

Que coisa linda, cara… John Lennon produziu essa gravação e teve a sensibilidade de deixar Nilsson sozinho ao piano com um discreto arranjo de cordas. A música começa dizendo: “No inverno, mantenha seus pés quentes, mas fique vestida e não se esqueça de mim.” Era um verso dirigido à sua ex-esposa. Dá para sentir a dor da separação, hein?

Pois então… mas naquele disco estava um dos rocks que mais me impressionou até hoje, cara. Pela paixão, energia e força com que é interpretado.

Com você JUMP INTO THE FIRE, com Harry Nilsson..

Jump into the fire
Harry Nilsson

Jump Into The Fire
You can climb a mountain
You can swim the sea
You can jump into the fire
But you’ll never be free

You can shake me up
Or i can break you down
Whoa-o-o-o-
Whoa-o-o-o-
We can make each other happy

Pular no fogo

Você pode escalar uma montanha
Você pode nadar no mar
Você pode saltar para o fogo
Mas você nunca estará livre

Você pode me abalar até
Ou eu posso te quebrar
Whoa-o–o –
Whoa-o–o –
Podemos fazer os outros felizes

Que assiste a série Billions na NetFlix deve ter reconhecido essa aí, cara.. Pois é, Nilsson era fera… Durante a produção de seu disco Pussy Cats, Nilsson e John Lennon se envolveram em diversas confusões por estarem embriagados e drogados. Lennon estava separado de Yoko Ono e encontrou em Nilsson o parceiro ideal para mergulhar na bebida e drogas. Muito da fama posterior de Nilsson veio desse período. Agora imagine os dois, doidões, fazendo um disco e tendo na banda Ringo Starr, baterista dos Beatles, Keith Moon – baterista do The Who e Jim Keltner, um dos bateristas de estúdio mais respeitados dos Estados Unidos. Pois os três bateristas tocaram juntos, num set com três baterias, na faixa que fecha o disco: Rock Around The Clock. Ouça a festa…

Rock around the clock
Harry Nilsson

One, two, three o’clock, four o’clock rock
Five, six, seven o’clock, eight o’clock rock
Nine, ten, eleven o’clock, twelve o’clock rock
We’re gonna rock around the clock tonight
Put your glad rags on and join me hon’
We’ll have some fun when the clock strikes one

We’re gonna rock around the clock tonight
We’re gonna rock, rock, rock, ‘till broad daylight
We’re gonna rock we’re gonna rock around the clock tonight

When the clock strikes two, three and four
If the band slows down we’ll yell for more

We’re gonna rock around the clock tonight
We’re gonna rock, rock, rock, ‘till broad daylight
We’re gonna rock we’re gonna rock around the clock tonight

When the chimes ring five, six, and seven
We’ll be right in seventh heaven
We’re gonna rock around the clock tonight
We’re gonna rock, rock, rock, ‘till broad daylight
We’re gonna rock we’re gonna rock around the clock tonight

When it’s eight, nine, ten, eleven too
I’ll be goin’ strong and so will you
We’re gonna rock around the clock tonight
We’re gonna rock, rock, rock, ‘till broad daylight
We’re gonna rock we’re gonna rock around the clock tonight

When the clock strikes twelve we’ll cool off then
Start rockin’ ‘round the clock again
We’re gonna rock around the clock tonight
We’re gonna rock, rock, rock, ‘till broad daylight
We’re gonna rock we’re gonna rock around the clock tonight

Rock around the clock

Uma, duas, três, quatro horas de rock,
Cinco, seis, sete horas, oito horas de rock.
Nove, dez, onze horas, doze horas de rock,
Nós vamos dançar rock pelas horas hoje à noite.
Ponha seus trapos alegres e aproveite comigo,
Teremos diversão quando o relógio bater uma.

Nós vamos dançar rock pelas horas hoje à noite,
Nós vamos dançar rock, rock, rock, até amanhecer,
Nós vamos dançar rock, nós vamos dançar rock pelas horas hoje à noite.

Quando o relógio bater duas, três e quatro,
Se a banda diminuir vamos gritar por mais.

Quando o alarme tocar cinco, seis e sete,
Nós estaremos no sétimo céu.

Quando for oito, nove, dez, onze também,
Estarei forte e você também.

Quando o relógio bater doze nós nos acalmaremos então,
Começaremos a dançar o rock pelas horas de novo.

Cara, essa é da série #euqueriaestarla …. Muito bem, depois de Pussy Cats, a produção de Nilsson ficou errática e ele aparentemente sumiu de cena. Ficou anos tentando se endireitar, procurando ser bem sucedido em outro tipo de negócio e… procriando. Nilsson teve sete filhos.

Após a morte do amigo John Lennon em 1980, Nilsson se dedicou à militância pelo controle das armas, até sofrer um ataque cardíaco em 1993. Em recuperação, começou a trabalhar em três álbuns que reuniriam sua obra, remixada como ele gostava de fazer. Infelizmente não deu tempo de Nilsson realizar seus três álbuns. Ele morreu em 1994, aos 52 anos, com apenas um dos álbuns terminado e sem contrato com nenhuma gravadora.

The moonbeam song
Harry Nilsson

Have you ever watched a moonbeam
As it slid across your windowpane
Or struggled with a bit of rain
Or danced about the weathervane
Or sat along a moving train
And wondered where the train has been

Or on a fence with bits of crap
Around its bottom
Blown there by a windbeam
Who searches for the moonbeam
Who was last seen

Looking at the tracks
Of the careless windbeam
Or moving to the clacks
Of the tireless freight train
And lighting up the sides
Of the weathervane
And the bits of rain
And the windowpane
And the eyes of those
Who think they saw what happened…

Have you ever watched a moonbeam
As it slid across your windowpane
Or struggled with a bit of rain
Or danced about the weathervane
Or sat along a moving train
And wonder where the train has been?

Looking at the tracks
Of the careless windbeam
Or moving to the clacks
Of the tireless freight train
And lighting up the sides
Of the weathervane
And the bits of rain
And the windowpane
And the eyes of those
Who think they saw what happened…?

Canção do raio lunar

Você alguma vez já viu um raio lunar?
Conforme ele deslizou em sua janela
Ou lutou com um pouco de chuva
Ou dançou sobre o catavento
Ou sentou-se ao longo de um trem em movimento
E ficou pensando onde o trem esteve

Ou em uma cerca com pedaços de lixo
Em torno de seu inferior
Assoprado lá por um vento
Que procura pelo raio lunar
Que foi visto pela última vez

Olhando para as pistas
Do descuidado vento
Ou movendo-se para os ruídos
Do incansável trem de carga
E iluminando os lados
Do catavento
E pedaços de chuva
E o vidro da janela
E os olhos daqueles
Que pensam que viram o que aconteceu

Você alguma vez já viu um raio lunar?
Conforme ele deslizou sobre sua janela
Ou lutou com um pouco da chuva
Ou dançou sobre o catavento
Ou sentou-se ao longo de um trem em movimento
E ficou pensando onde o trem esteve?

Olhando para as pistas
Do descuidado vento
Ou movendo-se para os ruídos
Do incansável trem de carga
E iluminando os lados
Do catavento
E pedaços de chuva
E o vidro da janela
E os olhos daqueles
Que pensam que sabem o que aconteceu…

Essa é The Moonbean Song, a canção do raio de luz da lua, que também está nos discos Nilsson Schmilsson e Son of Dracula e que é uma das músicas mais lindas que conheço. 

Muito bem, era isso. Desta vez não tem nada de bombástico não, a intenção deste programa foi só de apresentar a você um artista fantástico que, como outros milhares, permanece esquecido, mas que impactou e impacta muita gente. Faça uma busca pela obra de Harry Nilsson. Vale a pena…

É assim, ao som de The Moonbean Song que vamos saindo… enlevados

Com o embevecido Lalá Moreira na técnica, a apaixonada Ciça Camargo na produção e eu, que tenho a sorte de poder apresentar estes caras pra você, Luciano Pires na direção e apresentação.

Estiveram conosco o ouvinte Diego e Harry Nilsson com um monte de convidados…

Este é o Café Brasil. De onde veio este programa tem muito mais, especialmente para quem assina o cafebrasilpremium.com.br.

Gostou do conteúdo do Café Brasil? Já pensou ele ao vivo em sua empresa? Acesse lucianopires.com.br e conheça minhas palestras. Quem assiste não esquece!

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

Pra terminar, uma frase de Harry Nilsson

Todo mundo está falando sobre mim, mas não ouço uma palavra do que eles dizem, apenas ecos em minha mente…